Fechar
Publicidade

Domingo, 23 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

São Caetano registra terceiro arrastão a condomínio em 3 meses

Andréa Iseki/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Criminosos invadiram ontem prédio residencial no bairro Fundação; ninguém se feriu


Fábio Munhoz
Do Diário do Grande ABC

24/10/2013 | 07:00


Bandidos invadiram ontem prédio residencial de classe média no bairro Fundação, em São Caetano. Três pessoas foram mantidas reféns durante a ação, que durou cerca de uma hora e meia. Ninguém ficou ferido. Essa foi a terceira ocorrência de arrastão a condomínios em pouco mais de três meses.

Por volta de 15h, um Honda Civic entrou no imóvel pelo portão que dá acesso à garagem. A quadrilha possuía controle que acionou a abertura da barreira. Após o carro estacionar, dois criminosos foram em direção à escada de emergência, por onde subiram até o sétimo andar. O veículo, então, deixou o condomínio e, pouco depois, retornou trazendo outros dois bandidos.

No sétimo andar, uma mulher e sua filha foram mantidas reféns. A quadrilha invadiu outro apartamento no andar de baixo, que estava vazio no momento da ocorrência. Ao todo, o grupo levou um celular e R$ 220 em espécie, segundo a PM (Polícia Militar).

Ao verificar movimentação estranha, uma moradora do sexto andar desceu até a portaria e avisou o zelador. Ao invés de chamar a polícia, o funcionário subiu para ver o que estava acontecendo e também foi rendido. A PM só foi acionada depois, quando o síndico chegou ao prédio e percebeu que algo estava errado. Quando os policiais chegaram, no entanto, os marginais já haviam ido embora no mesmo Honda Civic.

O coordenador operacional do 6º Batalhão da PM, capitão Robinson Castropil, criticou a atitude do zelador, que optou por agir por conta própria. “Se ele tivesse nos chamado, chegaríamos a tempo de pagar os criminosos. Nossa base fica a 250 metros daqui.” A polícia irá investigar se algum funcionário ou prestador de serviço ajudou a ação dos bandidos. “Temos que descobrir de onde veio esse controle que possibilitou a abertura do portão”, acrescentou. Até o fechamento desta edição, ninguém havia sido preso.

No início do mês, o secretário de Segurança de São Caetano, o coronel da reserva da PM José Quesada, se reuniu administradores e moradores de condomínios da cidade para fornecer orientações de como evitar ações criminosas nos prédios. No entanto, segundo Castropil, apenas 15 pessoas compareceram ao encontro, realizado no teatro Paulo Machado de Carvalho. 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;