Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 14 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Campanha esbarra em falta de doses


Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

04/03/2021 | 07:00


As cidades do Grande ABC aguardam para amanhã a chegada de mais doses da Coronavac para conseguir finalizar a primeira dose da vacina em idosos de 77 a 79 anos. Santo André, São Bernardo e São Caetano tiveram de suspender o agendamento on-line porque não têm mais imunizantes disponíveis e vão utilizar o estoque que resta para o reforço de profissionais da saúde e idosos acima de 80 anos.

Diadema segue vacinando a faixa etária com agendamento realizado direto nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde). Em Mauá, não é preciso agendar e a proteção está sendo aplicada em idosos acima de 75 anos direto nas UBSs. Em Ribeirão Pires, munícipes com 78 anos ou mais podem ser protegidos no drive-thru montado no Complexo Ayrton Senna, das 8h às 16h. Por fim, Rio Grande da Serra imuniza moradores com 75 anos ou mais nas UBSs.

De acordo com informações das prefeituras, o Grande ABC recebeu até agora 234.459 doses das vacinas, sendo 76% da Coronavac (179.209) e 24% da Covishield/Oxford (56.250). Já foram aplicadas 185.084 doses, sendo 140.616 referentes à primeira aplicação e 44.468 à segunda.

São Caetano segue como a cidade que mais vacina no Grande ABC e já aplicou pelo menos uma dose em 14,1% da sua população, seguida por Santo André (7,8%), Ribeirão Pires (7%), São Bernardo (6,9%), Diadema (4,2%), Mauá (3,9%) e Rio Grande da Serra (3,6%). No total, dos 2.807.712 habitantes do Grande ABC, 6,6%, ou 185.084 já receberam pelo menos uma dose dos imunizantes.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Campanha esbarra em falta de doses

Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

04/03/2021 | 07:00


As cidades do Grande ABC aguardam para amanhã a chegada de mais doses da Coronavac para conseguir finalizar a primeira dose da vacina em idosos de 77 a 79 anos. Santo André, São Bernardo e São Caetano tiveram de suspender o agendamento on-line porque não têm mais imunizantes disponíveis e vão utilizar o estoque que resta para o reforço de profissionais da saúde e idosos acima de 80 anos.

Diadema segue vacinando a faixa etária com agendamento realizado direto nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde). Em Mauá, não é preciso agendar e a proteção está sendo aplicada em idosos acima de 75 anos direto nas UBSs. Em Ribeirão Pires, munícipes com 78 anos ou mais podem ser protegidos no drive-thru montado no Complexo Ayrton Senna, das 8h às 16h. Por fim, Rio Grande da Serra imuniza moradores com 75 anos ou mais nas UBSs.

De acordo com informações das prefeituras, o Grande ABC recebeu até agora 234.459 doses das vacinas, sendo 76% da Coronavac (179.209) e 24% da Covishield/Oxford (56.250). Já foram aplicadas 185.084 doses, sendo 140.616 referentes à primeira aplicação e 44.468 à segunda.

São Caetano segue como a cidade que mais vacina no Grande ABC e já aplicou pelo menos uma dose em 14,1% da sua população, seguida por Santo André (7,8%), Ribeirão Pires (7%), São Bernardo (6,9%), Diadema (4,2%), Mauá (3,9%) e Rio Grande da Serra (3,6%). No total, dos 2.807.712 habitantes do Grande ABC, 6,6%, ou 185.084 já receberam pelo menos uma dose dos imunizantes.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;