Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 27 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Guga já admite ficar fora de Roland Garros


Thiago Varella
Especial para o Diário

31/03/2006 | 08:10


Maior tenista brasileiro de todos os tempos, Gustavo Kuerten poderá não disputar o tradicional Grand Slam de Roland Garros, na França, que começa dia 29 de maio. Guga, que já venceu o torneio três vezes, ficará de fora do circuito profissional por pelo menos mais um mês, e não sabe se estará preparado para o torneio francês. Além disso, Guga provavelmente dependeria de um wild card, ou seja, um convite da Federação Francesa de Tênis, pois sua atual posição no Ranking de Entradas da ATP (Associação de Tenistas Profissionais) é muito baixa e não garante vaga entre os 128 jogadores da disputa principal.

Neste ano, Guga só participou de um torneio, o Brasil Open, na Costa do Sauípe. Lá, foi eliminado na primeira rodada. Por enquanto, o tenista catarinense decidiu fazer um tratamento de recuperação do quadril nos Estados Unidos e não sabe quando retornará às quadras. "Ele vai ficar nos Estados Unidos o tempo que achar necessário. A expectativa de Guga é continuar o tratamento por pelo menos mais um mês e poderá ser mais se ele julgar necessário", informou Diana Gabanyi, assessora de imprensa do tenista.

Guga pretende fortalecer a musculatura do quadril com o objetivo de não sentir mais dores no local e, por conseqüência, sentir-se mais seguro em quadra. Exames feitos nos Estados Unidos revelaram uma instabilidade no local. O tenista chegou, até mesmo, a passar por sessões de infiltração para ganhar mobilidade e diminuir a dor.

O quadril de Guga já foi operado duas vezes, a segunda em setembro de 2004. Desde então, o tenista jogou pouco e não venceu nenhum torneio. O jogo mais empolgante do catarinense foi a derrota para o espanhol Tommy Robredo, na segunda rodada do US Open do ano passado.

Neste ano, o tenista está tão focado na recuperação que já recusou um convite para disputar o Torneio de Valência, na Espanha, que começa no mês que vem. "O Guga não vai forçar sua volta só para jogar em Roland Garros", garantiu sua assessora. (Com Agências)

(Supervisão de Marcelo Camargo)



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Guga já admite ficar fora de Roland Garros

Thiago Varella
Especial para o Diário

31/03/2006 | 08:10


Maior tenista brasileiro de todos os tempos, Gustavo Kuerten poderá não disputar o tradicional Grand Slam de Roland Garros, na França, que começa dia 29 de maio. Guga, que já venceu o torneio três vezes, ficará de fora do circuito profissional por pelo menos mais um mês, e não sabe se estará preparado para o torneio francês. Além disso, Guga provavelmente dependeria de um wild card, ou seja, um convite da Federação Francesa de Tênis, pois sua atual posição no Ranking de Entradas da ATP (Associação de Tenistas Profissionais) é muito baixa e não garante vaga entre os 128 jogadores da disputa principal.

Neste ano, Guga só participou de um torneio, o Brasil Open, na Costa do Sauípe. Lá, foi eliminado na primeira rodada. Por enquanto, o tenista catarinense decidiu fazer um tratamento de recuperação do quadril nos Estados Unidos e não sabe quando retornará às quadras. "Ele vai ficar nos Estados Unidos o tempo que achar necessário. A expectativa de Guga é continuar o tratamento por pelo menos mais um mês e poderá ser mais se ele julgar necessário", informou Diana Gabanyi, assessora de imprensa do tenista.

Guga pretende fortalecer a musculatura do quadril com o objetivo de não sentir mais dores no local e, por conseqüência, sentir-se mais seguro em quadra. Exames feitos nos Estados Unidos revelaram uma instabilidade no local. O tenista chegou, até mesmo, a passar por sessões de infiltração para ganhar mobilidade e diminuir a dor.

O quadril de Guga já foi operado duas vezes, a segunda em setembro de 2004. Desde então, o tenista jogou pouco e não venceu nenhum torneio. O jogo mais empolgante do catarinense foi a derrota para o espanhol Tommy Robredo, na segunda rodada do US Open do ano passado.

Neste ano, o tenista está tão focado na recuperação que já recusou um convite para disputar o Torneio de Valência, na Espanha, que começa no mês que vem. "O Guga não vai forçar sua volta só para jogar em Roland Garros", garantiu sua assessora. (Com Agências)

(Supervisão de Marcelo Camargo)

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;