Fechar
Publicidade

Sábado, 18 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Times ainda têm chances matemáticas


São Paulo
Da AE

17/04/2001 | 00:18


Quando a fase é boa, tudo parece acontecer a favor. É o caso do Corinthians. Com nove vitórias consecutivas (seis pelo Campeonato Paulista e três pela Copa do Brasil), o time conta também com a apoio da matemática. Após a goleada sobre o Botafogo (5 a 1), o alvinegro soma 23 pontos e sete vitórias. Transformou-se na grande sensação dos números do estadual. “O Corinthians é o clube do momento. Há quatro rodadas, ele tinha apenas 30% de chances de ficar entre os quatro que se classificam para as semifinais. Mas, depois da seqüência de vitórias, chegou a 85%”, afirmou o matemático Júlio Garcia dos Santos, o Tristão. No entanto, ele faz uma menção especial ao Santos. “O clube oscilou um pouco, mantinha somente 4%, mas agora recuperou-se e está com 54%.” Tristão aponta o São Paulo como o grande perdedor depois da última rodada, quando a equipe de Vadão abriu 2 a 0 e perdeu do União Barbarense (3 a 2). O Tricolor, que no levantamento realizado após a 12ª rodada tinha 60% de chance, mas agora teve seu percentual reduzido a 20%.

No caso do Palmeiras, que desde a semana passada é apresentado como carta fora do baralho, o grande problema foram as partidas dentro de casa. Dos cinco jogos que fez como mandante, perdeu três, empatou um e venceu o outro, o que lhe rendeu um aproveitamento médio de 0.8. Santos, Corinthians e São Paulo obtiveram 3, 2.5 e 2.25, respectivamente. “O regulamento faz os times grandes jogarem pouco em casa. Quando jogam, precisariam aproveitar”, explicou Tristão.

Embora os cálculos propiciem inúmeras alternativas, Tristão é categórico ao afirmar que os cinco clubes (Corinthians, Rio Branco, Santos, São Caetano e São Paulo), que lutam pelas três vagas restantes (a Ponte Preta já garantiu uma delas), dependem apenas de si. União São João, Portuguesa Santista e Botafogo precisam torcer por combinações de resultados.

Embora o estudioso afirme que a classificação só estará assegurada matematicamente com 28 pontos, Corinthians, Santos e São Paulo têm o privilégio de poderem conquistá-la com 27. Já o São Caetano também pode contar com a mordomia, desde que três dos cinco pontos que lhe faltam sejam conseguidos com uma vitória sobre o Santos.

Risco – A disputa está equilibrada também pela briga para fugir do rebaixamento. A pior situação é a da Internacional. Atualmente, o time de Limeira ocupa a lanterna da competição, com 14 pontos, e tem 58% de chance de ser rebaixado. Na seqüência, há um empate técnico: União Barbarense (38%), Matonense (36%), Guarani (34%) e Mogi Mirim (32%).



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;