Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 3 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Automóveis

automoveis@dgabc.com.br | 4435-8337

Estudantes disputam mundial de mini-baja


Anelisa Lopes
Do Diário do Grande ABC

24/05/2006 | 08:14


A partir desta quarta-feira até sábado, cerca de 20 estudantes do Instituto Mauá de Tecnologia e da Escola de Engenharia de São Carlos da USP disputam a SAE Mini Baja Midwest 2006,competição de bajas que é realizada em Milwaukee,nos Estados Unidos. Segunda e primeira coloca das,respectivamente,na 12 ª Competição SAE Brasil-Petrobras de Mini Baja (realizada em março e abril,em Piracicaba),títulos que lhes deram o direito de representar o Brasil no mundial,as equipes Mauá 2, de São Caetano,e EESC-USP, de São Carlos,disputam o campeonato com 63 equipes de vários países,entre eles Canadá, Estados Unidos,África do Sul, México e Coréia do Sul.

Michel Ventura,23 anos,estudante do último ano de engenharia mecânica e capitão do time de dez integrantes Mauá 2,explica que a principal diferença entre a prova brasileira e a americana está no terreno em que a competição será realizada."É mais acidentado,com trechos de pedras e troncos para ultrapassar ",conta.

Para enfrentar o mundial, o carro foi construído novamente e recebeu modificações no chassi para se adequar às regras de segurança americanas,e na suspensão dianteira,que está mais leve. O motor,que desenvolve 10 cv de potência e gera 1,8 mkgf de torque,é padrão para os veículos de todas as equipes.A velocidade máxima que o modelo atinge é de 60 km/h. De acordo com Ventura, os brasileiros,ao lado dos canadenses,são os favoritos para conquistar a vitória."O Brasil é bicampeão mundial da competição.Só resta saber se o troféu vai ficar conosco ou com a faculdade rival ", brinca.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Estudantes disputam mundial de mini-baja

Anelisa Lopes
Do Diário do Grande ABC

24/05/2006 | 08:14


A partir desta quarta-feira até sábado, cerca de 20 estudantes do Instituto Mauá de Tecnologia e da Escola de Engenharia de São Carlos da USP disputam a SAE Mini Baja Midwest 2006,competição de bajas que é realizada em Milwaukee,nos Estados Unidos. Segunda e primeira coloca das,respectivamente,na 12 ª Competição SAE Brasil-Petrobras de Mini Baja (realizada em março e abril,em Piracicaba),títulos que lhes deram o direito de representar o Brasil no mundial,as equipes Mauá 2, de São Caetano,e EESC-USP, de São Carlos,disputam o campeonato com 63 equipes de vários países,entre eles Canadá, Estados Unidos,África do Sul, México e Coréia do Sul.

Michel Ventura,23 anos,estudante do último ano de engenharia mecânica e capitão do time de dez integrantes Mauá 2,explica que a principal diferença entre a prova brasileira e a americana está no terreno em que a competição será realizada."É mais acidentado,com trechos de pedras e troncos para ultrapassar ",conta.

Para enfrentar o mundial, o carro foi construído novamente e recebeu modificações no chassi para se adequar às regras de segurança americanas,e na suspensão dianteira,que está mais leve. O motor,que desenvolve 10 cv de potência e gera 1,8 mkgf de torque,é padrão para os veículos de todas as equipes.A velocidade máxima que o modelo atinge é de 60 km/h. De acordo com Ventura, os brasileiros,ao lado dos canadenses,são os favoritos para conquistar a vitória."O Brasil é bicampeão mundial da competição.Só resta saber se o troféu vai ficar conosco ou com a faculdade rival ", brinca.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;