Fechar
Publicidade

Domingo, 27 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Festa da Achiropita alegra o Bexiga e a Web


Marta Vargas
Do Diário OnLine

05/08/1999 | 16:56


Filas e mais filas, gente se apertando para tentar pegar um prato de macarronada e um batalhao de flanelinhas disputando motoristas que estacionam seus carros nas ruas do Bexiga. Falando assim, a Festa da Nossa Senhora Achiropita parece um programa de índio, mas tanta confusao é conseqüência do sucesso de um dos eventos mais aguardadas pelos paulistanos. Sao milhares de pessoas, católicas ou nao, lotando as estreitas ruas do famoso bairro italiano, atrás de diversao e pratos típicos preparados com muita dedicaçao pelas mamas da comunidade da igreja. Mas quem odeia ficar no meio de uma multidao pode conferir a festa apenas pelo monitor do computador.

No site da festa , que está em sua 73ª ediçao, o usuário pode ver vídeos da preparaçao da tradicional polenta e de outros pratos que acabam com qualquer dieta. Estao disponíveis também imagens da paróquia e as palavras das mamas, dos festeiros e do pároco da igreja, o Padre Toninho.

Os religiosos que querem participar da agenda da igreja, podem clicar na programaçao detalhada da festa. Estao previstas as tradicionais novenas, missas e a procissao do último dia das comemoraçoes. A seçao "Congregaçao de D.Orione" mostra informaçoes da mantenedora da paróquia, a Pequena Obra da Divina Providência, criada por Dom Luís Orione.

Para quem quiser relembrar as homenagens dos anos anteriores à padroeira do bairro, é só clicar em "Arquivo" e ver as fotos de 96, 97 e 98. Em "História", um texto explica como essa festa de números impressionantes começou. Sao cerca de 750 voluntários que preparam o evento para 120 mil visitantes. Sao consumidos 7 mil quilos de farinha de trigo, 6,5 mil quilos de espaguete, 2,5 mil latas de óleo, 4 mil quilos de mussarela, 10 mil litros de vinho, 15 mil litros de chopp e 15 mil litros de refrigerante.

As festividades acontecem na igreja, na rua 13 de Maio (onde sao instaladas 22 barracas que funcionam das 18h à 0h) e na "Cantina Madona Achiropita". Para esta última, dá para reservar convites pela Internet. O preço pode chegar a R$35, e, dependendo do dia, oferece uma variedade de pratos italianos. No valor estao inclusos atraçoes como música ao vivo, dança, leiloes e sorteios de brindes. A verba arrecadada em todos os finais de semana do mês de agosto serve para manter obras sociais.

Os organizadores do evento e o Museu Memória do Bexiga sao os responsáveis pelo site que permite que o usuário saiba mais sobre essa tradiçao. Mas, mesmo com toda tecnologia, a Web ainda nao consegue transmitir os cheiros e sabores das fogazzas e de outras maravilhas da culinária. Por isso, vale a pena dar um pulinho na 13 de Maio, mesmo com as filas. Afinal de contas, isso nao assusta mais os paulistanos acostumados a congestionamentos até dentro de estacionamentos de shoppings.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Festa da Achiropita alegra o Bexiga e a Web

Marta Vargas
Do Diário OnLine

05/08/1999 | 16:56


Filas e mais filas, gente se apertando para tentar pegar um prato de macarronada e um batalhao de flanelinhas disputando motoristas que estacionam seus carros nas ruas do Bexiga. Falando assim, a Festa da Nossa Senhora Achiropita parece um programa de índio, mas tanta confusao é conseqüência do sucesso de um dos eventos mais aguardadas pelos paulistanos. Sao milhares de pessoas, católicas ou nao, lotando as estreitas ruas do famoso bairro italiano, atrás de diversao e pratos típicos preparados com muita dedicaçao pelas mamas da comunidade da igreja. Mas quem odeia ficar no meio de uma multidao pode conferir a festa apenas pelo monitor do computador.

No site da festa , que está em sua 73ª ediçao, o usuário pode ver vídeos da preparaçao da tradicional polenta e de outros pratos que acabam com qualquer dieta. Estao disponíveis também imagens da paróquia e as palavras das mamas, dos festeiros e do pároco da igreja, o Padre Toninho.

Os religiosos que querem participar da agenda da igreja, podem clicar na programaçao detalhada da festa. Estao previstas as tradicionais novenas, missas e a procissao do último dia das comemoraçoes. A seçao "Congregaçao de D.Orione" mostra informaçoes da mantenedora da paróquia, a Pequena Obra da Divina Providência, criada por Dom Luís Orione.

Para quem quiser relembrar as homenagens dos anos anteriores à padroeira do bairro, é só clicar em "Arquivo" e ver as fotos de 96, 97 e 98. Em "História", um texto explica como essa festa de números impressionantes começou. Sao cerca de 750 voluntários que preparam o evento para 120 mil visitantes. Sao consumidos 7 mil quilos de farinha de trigo, 6,5 mil quilos de espaguete, 2,5 mil latas de óleo, 4 mil quilos de mussarela, 10 mil litros de vinho, 15 mil litros de chopp e 15 mil litros de refrigerante.

As festividades acontecem na igreja, na rua 13 de Maio (onde sao instaladas 22 barracas que funcionam das 18h à 0h) e na "Cantina Madona Achiropita". Para esta última, dá para reservar convites pela Internet. O preço pode chegar a R$35, e, dependendo do dia, oferece uma variedade de pratos italianos. No valor estao inclusos atraçoes como música ao vivo, dança, leiloes e sorteios de brindes. A verba arrecadada em todos os finais de semana do mês de agosto serve para manter obras sociais.

Os organizadores do evento e o Museu Memória do Bexiga sao os responsáveis pelo site que permite que o usuário saiba mais sobre essa tradiçao. Mas, mesmo com toda tecnologia, a Web ainda nao consegue transmitir os cheiros e sabores das fogazzas e de outras maravilhas da culinária. Por isso, vale a pena dar um pulinho na 13 de Maio, mesmo com as filas. Afinal de contas, isso nao assusta mais os paulistanos acostumados a congestionamentos até dentro de estacionamentos de shoppings.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;