Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 19 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

BB ameaça processar líderes ruralistas por 'difamaçao'


Do Diário do Grande ABC

21/08/1999 | 18:37


A direçao do Banco do Brasil (BB) ameaça processar os líderes da bancada ruralista que acusam a instituiçao de aumentar o valor das dívidas agrícolas para melhorar a situaçao do balanço. Segundo o diretor de Crédito Agrícola do Banco do Brasil, Ricardo Conceiçao, a área jurídica do banco já está estudando a possibilidade de acionar judicialmente os críticos do BB.

O deputado Ronaldo Caiado (PFL-GO) é um dos que acusam o banco de elevar o valor das dívidas para ter créditos a receber e melhorar a situaçao do balanço da instituiçao. "Essa acusaçao é da maior gravidade. Será que ele (Ronaldo Caiado) pensou direito ao falar isso. Se pensasse duas vezes nao teria falado", disse o diretor. Ricardo Conceiçao nega que o banco tenha superavaliado as dívidas dos produtores rurais e garante que a instituiçao está cumprindo todas as normas legais. "Nao adotamos procedimentos indevidos", destacou.

O diretor de Crédito Agrícola explicou que, no caso da inclusao de honorários advocatícios no valor da dívida (uma reclamaçao da CNA), o banco dispensa essa cobrança nas dívidas até R$ 200 mil. Nos débitos acima desse valor, de acordo o diretor, a legislaçao estabelece a negociaçao entre as partes.

A partir de segunda-feira, as agências do banco estao orientadas a já receber os agricultores que nao aderiram ao plano de renegociaçao para débitos acima de R$ 200 mil. O prazo de adesao que já tinha encerrado no início do mês foi prorrogado pelo governo até o final de dezembro.

Segundo o diretor do BB, os gerentes das agências também estao orientados a chamar todos os produtores rurais que tenham alguma dúvida sobre os cálculos do banco. "Queremos que sejam chamados quem está com dúvidas para mostrar e explicar com detalhes como é feito o cálculo", afirmou Ricardo Conceiçao.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

BB ameaça processar líderes ruralistas por 'difamaçao'

Do Diário do Grande ABC

21/08/1999 | 18:37


A direçao do Banco do Brasil (BB) ameaça processar os líderes da bancada ruralista que acusam a instituiçao de aumentar o valor das dívidas agrícolas para melhorar a situaçao do balanço. Segundo o diretor de Crédito Agrícola do Banco do Brasil, Ricardo Conceiçao, a área jurídica do banco já está estudando a possibilidade de acionar judicialmente os críticos do BB.

O deputado Ronaldo Caiado (PFL-GO) é um dos que acusam o banco de elevar o valor das dívidas para ter créditos a receber e melhorar a situaçao do balanço da instituiçao. "Essa acusaçao é da maior gravidade. Será que ele (Ronaldo Caiado) pensou direito ao falar isso. Se pensasse duas vezes nao teria falado", disse o diretor. Ricardo Conceiçao nega que o banco tenha superavaliado as dívidas dos produtores rurais e garante que a instituiçao está cumprindo todas as normas legais. "Nao adotamos procedimentos indevidos", destacou.

O diretor de Crédito Agrícola explicou que, no caso da inclusao de honorários advocatícios no valor da dívida (uma reclamaçao da CNA), o banco dispensa essa cobrança nas dívidas até R$ 200 mil. Nos débitos acima desse valor, de acordo o diretor, a legislaçao estabelece a negociaçao entre as partes.

A partir de segunda-feira, as agências do banco estao orientadas a já receber os agricultores que nao aderiram ao plano de renegociaçao para débitos acima de R$ 200 mil. O prazo de adesao que já tinha encerrado no início do mês foi prorrogado pelo governo até o final de dezembro.

Segundo o diretor do BB, os gerentes das agências também estao orientados a chamar todos os produtores rurais que tenham alguma dúvida sobre os cálculos do banco. "Queremos que sejam chamados quem está com dúvidas para mostrar e explicar com detalhes como é feito o cálculo", afirmou Ricardo Conceiçao.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;