Fechar
Publicidade

Domingo, 27 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Covas checa preços cobrados por pedágios


Do Diário do Grande ABC

05/08/1999 | 15:16


O governador de Sao Paulo, Mário Covas (PSDB), visitará neste sábado quatro concessoes de rodovias estaduais na regiao norte do estado. Segundo ele, a visita tem como objetivo checar o andamento dos compromissos firmados entre as empresas concessionárias e o Estado para a exploraçao das estradas. "O preço dos pedágios é resultado do processo de concessao", ponderou o governador que esta estudando a demanda dos caminhoneiros de reduçao do valor das tarifas cobradas em Sao Paulo.

De acordo com o governador, a demanda dos caminhoneiros está sendo analisada "com muito carinho". Covas saiu em defesa dos motoristas sugerindo que o pedágio nao fosse pago pelos caminhoneiros, mas sim pelas empresas que contrataram o transporte da carga.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Covas checa preços cobrados por pedágios

Do Diário do Grande ABC

05/08/1999 | 15:16


O governador de Sao Paulo, Mário Covas (PSDB), visitará neste sábado quatro concessoes de rodovias estaduais na regiao norte do estado. Segundo ele, a visita tem como objetivo checar o andamento dos compromissos firmados entre as empresas concessionárias e o Estado para a exploraçao das estradas. "O preço dos pedágios é resultado do processo de concessao", ponderou o governador que esta estudando a demanda dos caminhoneiros de reduçao do valor das tarifas cobradas em Sao Paulo.

De acordo com o governador, a demanda dos caminhoneiros está sendo analisada "com muito carinho". Covas saiu em defesa dos motoristas sugerindo que o pedágio nao fosse pago pelos caminhoneiros, mas sim pelas empresas que contrataram o transporte da carga.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;