Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 27 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Grupo da região lança peça e livro hoje à noite



Do Diário do Grande ABC

10/11/2012 | 07:00


Celebrando dez anos de carreira, o grupo Teatro Curupira chama o público para a festa hoje à noite, no Centro Livre de Artes Cênicas de São Bernardo (Praça Cônego Lázaro Equini, 240. Tel.: 4125-0582). Além de lançar o livro Teatro Curupira - 10 anos de Trabalho: Dramaturgias, a companhia estreia a peça Um Samba Para Plínio Marcos, versão de Dois Perdidos Numa Noite Suja. A montagem será exibida às 20h e a entrada é franca. O livro será vendido no local por R$ 20.

A trama acontece em um quarto sujo de pensão. Dois homens tentam superar a miséria e as divergências que têm enquanto são esmagados pela terrível existência. Na montagem, a expressividade do ator em estado de representação foi a busca do processo, que utiliza assimilação de movimentos físicos em diversas possibilidades, como acrobacia e danças populares.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Grupo da região lança peça e livro hoje à noite


Do Diário do Grande ABC

10/11/2012 | 07:00


Celebrando dez anos de carreira, o grupo Teatro Curupira chama o público para a festa hoje à noite, no Centro Livre de Artes Cênicas de São Bernardo (Praça Cônego Lázaro Equini, 240. Tel.: 4125-0582). Além de lançar o livro Teatro Curupira - 10 anos de Trabalho: Dramaturgias, a companhia estreia a peça Um Samba Para Plínio Marcos, versão de Dois Perdidos Numa Noite Suja. A montagem será exibida às 20h e a entrada é franca. O livro será vendido no local por R$ 20.

A trama acontece em um quarto sujo de pensão. Dois homens tentam superar a miséria e as divergências que têm enquanto são esmagados pela terrível existência. Na montagem, a expressividade do ator em estado de representação foi a busca do processo, que utiliza assimilação de movimentos físicos em diversas possibilidades, como acrobacia e danças populares.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;