Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 7 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Santos bate Vitória em jogo de cinco gols e encosta no líder

Ivan Storti/Santos FC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Peixe sai na frente, mas cede dois empates antes
do 3 a 2; gol decisivo sai dos pés de Jean Mota


Rodrigo Mozelli
Especial para o Diário

25/07/2016 | 07:00


No último jogo de ontem pela 16ª rodada do Brasileirão, o Santos viajou até Salvador, na Bahia, para enfrentar o Vitória, de olho em se manter no G-4 e encostar no líder Palmeiras. No final, vitória suada do Peixe por 3 a 2, o que manteve a equipe em quarto lugar com 29 pontos, a três do Alviverde. Já o Vitória é o 13º, com 19.

Este foi o primeiro jogo do Peixe sem Zeca, Thiago Maia e Gabriel, que estão com a Seleção Brasileira olímpica. No começo da partida, o Leão dominou as ações e o Santos apostava em contra-ataques. Em um deles, Copete recebeu na esquerda, rolou livre para Ricardo Oliveira, que tirou do goleiro – e também do gol. Na resposta do Vitória, a bola sobrou para Serginho após chute de Diego Renan. Ele fez o gol, anulado por impedimento.

O Leão arriscava vários chutes para o gol. enquanto o Peixe buscava jogadas trabalhadas. Aos 19, Copete cruzou e, após falha de Euller, Vitor Bueno desviou – 1 a 0.

Com a torcida do Vitória perdendo a paciência, aos 29, Kanu, de cabeça, empatou, mas, dois minutos depois, Copete, da mesma forma, aproveitou cruzamento Caju e fez 2 a 1. O lance gerou reclamação porque no momento da cobrança de falta que originou o tento, o árbitro falava com Dorival Júnior e não teria autorizado a jogada.

A segunda etapa foi morna até a metade. O Vitória seguia com mais posse, mas as chances de gol diminuíram. Assim, os torcedores baianos voltaram a se inquietar, mas tudo mudou aos 25. Após desvio de Kieza, a bola sobrou na área e Vander, sozinho, empurrou para o gol, empatando novamente. Os adeptos se inflamaram e empurraram o Leão, mas não adiantou, pois, aos 36, após cruzamento de Copete, Vitor Bueno buscou bola perdida e passou para Jean Mota que, de primeira, mandou no alto – 3 a 2 – seu primeiro gol pelo clube logo após entrar.

Depois, o Vitória pressionou – tendo, inclusive, gol de Kanu bem anulado, o segundo no jogo –, mas não conseguiu um terceiro empate. Após a partida, o goleiro Caíque foi tirar satisfação com a torcida.

 

Dorival elogia elenco, mas não considera equipe candidata à taça

Em entrevista após a vitória por 3 a 2 sobre o Vitória, o técnico Dorival Júnior elogiou o elenco santista, em especial Copete. Além do colombiano, que ontem fez seu terceiro gol em cinco jogos, outros jogadores têm entrado e agradado – algo que se tornará necessário nas próximas rodadas, já que o lateral-esquerdo Zeca, o meia Thiago Maia e o atacante Gabriel estão com a Seleção Olímpica para disputar os Jogos do Rio. 

“São jogadores que buscam espaço. Ainda não jogam dentro de suas melhores condições. Copete tem feito boas partidas, fico feliz com isso. Mas ainda é pouco, estamos na virada da competição e precisamos tirar essa diferença em relação às equipes da frente”, analisou.

Sobre as chances de título, Dorival diz ser cedo para se colocar a equipe como candidata a vencer o Brasileirão. 

“Ainda não, é muito cedo. Estamos em processo diferente. Precisa ver como os jogadores entram. De repente perde alguém por lesão ou cartão, é complicado reverter”, encerrou. (com Agências)



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Santos bate Vitória em jogo de cinco gols e encosta no líder

Peixe sai na frente, mas cede dois empates antes
do 3 a 2; gol decisivo sai dos pés de Jean Mota

Rodrigo Mozelli
Especial para o Diário

25/07/2016 | 07:00


No último jogo de ontem pela 16ª rodada do Brasileirão, o Santos viajou até Salvador, na Bahia, para enfrentar o Vitória, de olho em se manter no G-4 e encostar no líder Palmeiras. No final, vitória suada do Peixe por 3 a 2, o que manteve a equipe em quarto lugar com 29 pontos, a três do Alviverde. Já o Vitória é o 13º, com 19.

Este foi o primeiro jogo do Peixe sem Zeca, Thiago Maia e Gabriel, que estão com a Seleção Brasileira olímpica. No começo da partida, o Leão dominou as ações e o Santos apostava em contra-ataques. Em um deles, Copete recebeu na esquerda, rolou livre para Ricardo Oliveira, que tirou do goleiro – e também do gol. Na resposta do Vitória, a bola sobrou para Serginho após chute de Diego Renan. Ele fez o gol, anulado por impedimento.

O Leão arriscava vários chutes para o gol. enquanto o Peixe buscava jogadas trabalhadas. Aos 19, Copete cruzou e, após falha de Euller, Vitor Bueno desviou – 1 a 0.

Com a torcida do Vitória perdendo a paciência, aos 29, Kanu, de cabeça, empatou, mas, dois minutos depois, Copete, da mesma forma, aproveitou cruzamento Caju e fez 2 a 1. O lance gerou reclamação porque no momento da cobrança de falta que originou o tento, o árbitro falava com Dorival Júnior e não teria autorizado a jogada.

A segunda etapa foi morna até a metade. O Vitória seguia com mais posse, mas as chances de gol diminuíram. Assim, os torcedores baianos voltaram a se inquietar, mas tudo mudou aos 25. Após desvio de Kieza, a bola sobrou na área e Vander, sozinho, empurrou para o gol, empatando novamente. Os adeptos se inflamaram e empurraram o Leão, mas não adiantou, pois, aos 36, após cruzamento de Copete, Vitor Bueno buscou bola perdida e passou para Jean Mota que, de primeira, mandou no alto – 3 a 2 – seu primeiro gol pelo clube logo após entrar.

Depois, o Vitória pressionou – tendo, inclusive, gol de Kanu bem anulado, o segundo no jogo –, mas não conseguiu um terceiro empate. Após a partida, o goleiro Caíque foi tirar satisfação com a torcida.

 

Dorival elogia elenco, mas não considera equipe candidata à taça

Em entrevista após a vitória por 3 a 2 sobre o Vitória, o técnico Dorival Júnior elogiou o elenco santista, em especial Copete. Além do colombiano, que ontem fez seu terceiro gol em cinco jogos, outros jogadores têm entrado e agradado – algo que se tornará necessário nas próximas rodadas, já que o lateral-esquerdo Zeca, o meia Thiago Maia e o atacante Gabriel estão com a Seleção Olímpica para disputar os Jogos do Rio. 

“São jogadores que buscam espaço. Ainda não jogam dentro de suas melhores condições. Copete tem feito boas partidas, fico feliz com isso. Mas ainda é pouco, estamos na virada da competição e precisamos tirar essa diferença em relação às equipes da frente”, analisou.

Sobre as chances de título, Dorival diz ser cedo para se colocar a equipe como candidata a vencer o Brasileirão. 

“Ainda não, é muito cedo. Estamos em processo diferente. Precisa ver como os jogadores entram. De repente perde alguém por lesão ou cartão, é complicado reverter”, encerrou. (com Agências)

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;