Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 3 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Polícia restringe acesso à Esplanada das Mesquitas


Da AFP

25/07/2003 | 08:31


A polícia israelense restringiu nesta sexta-feira o acesso dos fiéis à Esplanada das Mesquitas de Jerusalém por temor a manifestações palestinas contra a autorização de visitas israelenses e de turistas estrangeiros a este lugar santo muçulmano.

A polícia proíbe aos homens de menos de 40 anos ir à Esplanada para a oração semanal de sexta-feira e para isso espalhou centenas de homens pela cidade, na parte oriental de Jerusalém ocupada e anexada desde 1967, segundo fontes policiais.

Na quinta-feira, a direção palestina reunida em Ramallah (Cisjordânia), na presença do presidente da Autoridade Palestina, Yasser Arafat, voltou a denunciar as visitas ao local organizadas há um mês sob proteção policial israelense.

Em uma reunião conjunta do Comitê Executivo da Organização da Libertação da Palestina (OLP), do Comitê al-Qods (Jerusalém) e do Alto Comitê das Forças Nacionais e Islâmicas, "falou-se da grave situação em Jerusalém (...) principalmente no que diz respeito à mesquita de al-Aqsa", segundo um fonte oficial.

A Esplanada das Mesquitas de al-Aqsa e da cúpula de Roca (Monte do Templo para os judeus) é o terceiro lugar santo do Islã. Nela encontra-se também o Monte do Templo, santo local do judaísmo, cujo principal vestígio é o muro das lamentações.

A entrada na Esplanada das Mesquitas está proibida aos não-muçulmanos pelo Waqf, a autoridade religiosa muçulmana, desde a visita do primeiro-ministro israelense Ariel Sharon, no dia 28 de setembro de 2000, quando era chefe da oposição, incidente que serviu de estopim para a Segunda Intifada.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Polícia restringe acesso à Esplanada das Mesquitas

Da AFP

25/07/2003 | 08:31


A polícia israelense restringiu nesta sexta-feira o acesso dos fiéis à Esplanada das Mesquitas de Jerusalém por temor a manifestações palestinas contra a autorização de visitas israelenses e de turistas estrangeiros a este lugar santo muçulmano.

A polícia proíbe aos homens de menos de 40 anos ir à Esplanada para a oração semanal de sexta-feira e para isso espalhou centenas de homens pela cidade, na parte oriental de Jerusalém ocupada e anexada desde 1967, segundo fontes policiais.

Na quinta-feira, a direção palestina reunida em Ramallah (Cisjordânia), na presença do presidente da Autoridade Palestina, Yasser Arafat, voltou a denunciar as visitas ao local organizadas há um mês sob proteção policial israelense.

Em uma reunião conjunta do Comitê Executivo da Organização da Libertação da Palestina (OLP), do Comitê al-Qods (Jerusalém) e do Alto Comitê das Forças Nacionais e Islâmicas, "falou-se da grave situação em Jerusalém (...) principalmente no que diz respeito à mesquita de al-Aqsa", segundo um fonte oficial.

A Esplanada das Mesquitas de al-Aqsa e da cúpula de Roca (Monte do Templo para os judeus) é o terceiro lugar santo do Islã. Nela encontra-se também o Monte do Templo, santo local do judaísmo, cujo principal vestígio é o muro das lamentações.

A entrada na Esplanada das Mesquitas está proibida aos não-muçulmanos pelo Waqf, a autoridade religiosa muçulmana, desde a visita do primeiro-ministro israelense Ariel Sharon, no dia 28 de setembro de 2000, quando era chefe da oposição, incidente que serviu de estopim para a Segunda Intifada.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;