Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 28 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

R.Unido deve alterar regras de auxílio-desemprego



30/09/2013 | 04:03


Britânicos desempregados por mais de cerca de três anos deverão perder o acesso ao auxílio-desemprego estatal, a menos que entrem em um novo sistema governamental para ajudá-los a voltar ao trabalho, segundo um pronunciamento do ministro das Finanças do Reino Unido, George Osborne, que deverá ser feito nesta segunda-feira na conferência anual de seu partido.

Sob o novo programa "Ajuda ao Trabalho", de 300 milhões de libras, que deve começar em abril, os britânicos desempregados há um logo período de tempo serão informados de que devem realizar trabalhos em suas comunidades locais, visitar um centro de trabalho do governo em uma base diária, ou passar por um regime de treinamento obrigatório para continuar a receber o auxílio-desemprego.

"Pela primeira vez, todos os desempregados de longo prazo que são capazes de trabalho serão obrigados a fazer algo em troca de seus benefícios para ajudá-los a encontrar um trabalho", de acordo com trechos do discurso de Osborne. "Ninguém vai ser ignorados ou deixado sem ajuda. Mas ninguém vai conseguir alguma coisa por nada".

Osborne também deverá dizer que o governo pode promover uma recuperação econômica duradoura, mas muitos riscos permanecem e as autoridades devem manter o ímpeto central de austeridade para reduzir o tamanho do déficit orçamentário do país. "Sabemos que ainda não acabou. Até que nós consigamos corrigir o vício a dívida que levou este país inicialmente a esta bagunça", dirá Osborne. "Até que possamos dizer: Nunca mais. Não acabou. Até que nós possamos ajudar pessoas trabalhadoras a terem uma casa, conseguirem um emprego melhor, a economizarem ou começarem um negócio. Ainda não acabou."

"Esta batalha para uma reviravolta no Reino Unido não está nem perto de acabar", afirmará Osborne. Fonte: Dow Jones Newswires.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;