Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 2 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

PT de S.Caetano unifica principais lideranças

Para completar unidade, petistas tentam incluir Articulação de Esquerda na chapa


Gustavo Pinchiaro
Do Diário do Grande ABC

30/09/2013 | 07:00


O PT de São Caetano conseguiu concretizar a movimentação por unidade em torno do nome do atual presidente municipal Márcio Della Bella para o PED (Processo de Eleição Direta), marcado para novembro. As principais lideranças petistas concordaram com a composição da chapa ‘Um Novo PT para São Caetano’ e fizeram suas indicações às 42 cadeiras em disputa.

A oficialização dos nomes de vice-presidente, tesoureiro e secretário ainda não ocorreu. A disputa do PED colocará em jogo 32 vagas para composição do diretório e dez cadeiras na direção. Segundo o mandatário, nomes como o do vereador Pio Mielo, o primeiro suplente Ricardo Rios, da ex-parlamentar Vera Severiano e de Hélio Raimundo de Souza, o Lelo, acertaram indicações nesta composição.

Mesmo com ampla maioria garantida, o bloco majoritário quer englobar integrantes da Articulação de Esquerda, capitaneada por Áureo Santos. A corrente segue orientação nacional de lançar nomes em todos os diretórios de atuação para se fortalecer. “Estamos tentando um diálogo e temos uma boa expectativa”, explicou Della Bella. A intenção é abrir espaço para todos os segmentos internos.

“O que faz nosso partido diferente é essa participação democrática de diversos segmentos. Seria melhor compor para transformar o PED em uma grande referência sem disputas, já disputamos de mais, mas se for necessário vamos disputar”, considerou Pio Mielo.

Della Bella avaliou o cenário positivo com cautela. “Estou muito confiante de que teremos sucesso com essa chapa. Mas a tarefa maior é fazer a unidade funcionar, manter o grupo unido e executar tudo que vínhamos propondo. Estamos em um bom momento”, afirmou.

Os petistas de São Caetano hoje ocupam espaço importante na gestão do prefeito Paulo Pinheiro (PMDB). Mesmo que o peemedebista não tenha oficializado composição com nenhum partido representado no Legislativo, o PT conta com técnicos atuando em áreas estratégicas. Pio adotou postura de defesa da administração e vem sendo prestigiado.

Antes disso, a sigla passou por dois episódios negativos que contribuíram para aumento da rejeição na cidade. Em 2006, o ex-vereador e atual diretor de projetos do Consórcio Intermunicipal, Hamilton Lacerda, figurou no caso intitulado de Escândalo dos Aloprados. Na ocasião, os petistas foram acusados de tentar comprar um dossiê que ligaria o PSDB à Máfia dos Sanguessugas (esquema que superfaturava compra de ambulâncias em prefeituras paulistas).

O mais recente ocorreu no ano passado, quando vazou vídeo em que o ex-vereador e então candidato ao Paço Edgar Nóbrega teria negociado oposição branda com o ex-secretário de Governo Tite Campanella (DEM) em troca de ‘mensalinho’ de R$ 10 mil.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;