Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 16 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Em menos de 12 horas cinco militares são assassinados no Rio


Do Diário OnLine

21/11/2007 | 09:31


Cinco militares foram assassinados em menos de 12 horas no Rio de Janeiro, entre a noite de terça-feira e a madrugada desta quarta. Um agente do Bope (Batalhão de Operações Especiais), um oficial do exército e três policiais militares foram mortos a tiros em diferentes locais da cidade, em crimes que, aparentemente, não estão relacionados.

O cabo Cláudio Adonai Cavalcante Xavier, integrante do Bope, e o capitão do exército Vander Cerqueira de Lima, 36 anos, foram mortos a tiros durante tentativas de assalto. A mulher do capitão também foi atingida pelos disparos e permanece internada. 

Os três policiais militares, que trabalhavam no 23º Batalhão da Polícia Militar, foram rendidos por homens encapuzados quando saíam de casa para ir trabalhar. A polícia acredita que eles sofreram uma tentativa de assalto, mas foram mortos depois que os bandidos descobriram que eles eram policiais.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Em menos de 12 horas cinco militares são assassinados no Rio

Do Diário OnLine

21/11/2007 | 09:31


Cinco militares foram assassinados em menos de 12 horas no Rio de Janeiro, entre a noite de terça-feira e a madrugada desta quarta. Um agente do Bope (Batalhão de Operações Especiais), um oficial do exército e três policiais militares foram mortos a tiros em diferentes locais da cidade, em crimes que, aparentemente, não estão relacionados.

O cabo Cláudio Adonai Cavalcante Xavier, integrante do Bope, e o capitão do exército Vander Cerqueira de Lima, 36 anos, foram mortos a tiros durante tentativas de assalto. A mulher do capitão também foi atingida pelos disparos e permanece internada. 

Os três policiais militares, que trabalhavam no 23º Batalhão da Polícia Militar, foram rendidos por homens encapuzados quando saíam de casa para ir trabalhar. A polícia acredita que eles sofreram uma tentativa de assalto, mas foram mortos depois que os bandidos descobriram que eles eram policiais.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;