Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 21 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Dois dos 44 policiais acusados de corrupção não se entregaram


Do Diário OnLine

14/11/2007 | 09:33


Dois dos 44 policiais militares que tiveram a prisão decretada na sexta-feira, por suspeita de envolvimento com o tráfico de drogas, ainda não se apresentaram à Corregedoria no Rio de Janeiro.

Dos acusados, 43 já haviam sido presos, mas foram libertados na terça-feira e, na ocasião, comemoraram com fogos de artifício. Os PMs tiveram prisão decretada novamente, após outras provas terem sido apresentadas pelo Ministério Público.

A maioria dos acusados se apresentou na segunda-feira e dois deles na terça. Os policiais que não se entregarem até dia 21 serão considerados desertores e expulsos da corporação.

Os suspeitos são pertencentes ao 15º Batalhão de Duque de Caxias. Eles foram presos, em setembro, durante a ‘Operação Duas Caras’, que desmontou um esquema de corrupção descoberto pro meio de em escutas telefônicas.

De acordo com as investigações, os detidos recebiam propinas em valores que iam de R$ 2 mil a R$ 3,9 mil, para que os traficantes agissem livremente.

  


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Dois dos 44 policiais acusados de corrupção não se entregaram

Do Diário OnLine

14/11/2007 | 09:33


Dois dos 44 policiais militares que tiveram a prisão decretada na sexta-feira, por suspeita de envolvimento com o tráfico de drogas, ainda não se apresentaram à Corregedoria no Rio de Janeiro.

Dos acusados, 43 já haviam sido presos, mas foram libertados na terça-feira e, na ocasião, comemoraram com fogos de artifício. Os PMs tiveram prisão decretada novamente, após outras provas terem sido apresentadas pelo Ministério Público.

A maioria dos acusados se apresentou na segunda-feira e dois deles na terça. Os policiais que não se entregarem até dia 21 serão considerados desertores e expulsos da corporação.

Os suspeitos são pertencentes ao 15º Batalhão de Duque de Caxias. Eles foram presos, em setembro, durante a ‘Operação Duas Caras’, que desmontou um esquema de corrupção descoberto pro meio de em escutas telefônicas.

De acordo com as investigações, os detidos recebiam propinas em valores que iam de R$ 2 mil a R$ 3,9 mil, para que os traficantes agissem livremente.

  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;