Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 21 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Damo aprova decisão de Avamileno sobre Febem


Leandro Laranjeira
Do Diário do Grande ABC

14/11/2007 | 09:54


A reação do prefeito de Mauá, Leonel Damo (PV), frente à notícia da possível instalação de duas unidades da Fundação Casa (antiga Febem) em Santo André, na divisa com Mauá, foi de naturalidade. “Acho normal. Não há qualquer problema.”

Anteontem, o prefeito de Santo André, João Avamileno (PT), divulgou ter oferecido uma área de 32 mil m², localizada a poucos metros de Mauá, para o governo do Estado construir as unidades.

“O ideal seria que a sociedade não precisasse da Fundação Casa. Mas já que não há outro jeito, o melhor é que os internos fiquem próximos às suas famílias. E Santo André sabe qual a melhor área na cidade”, defendeu Damo.

O comportamento do prefeito de Mauá é o oposto ao do chefe do Executivo de Rio Grande da Serra, Adler Kiko Teixeira (PSDB). O tucano reagiu quando Avamileno ofereceu terreno em Campo Grande – próximo à entrada do município – como possível endereço da Fundação Casa.

Na ocasião, Kiko procurou o secretário estadual de Justiça, Luiz Antônio Marrey, para argumentar que a área não era apropriada para o projeto. E conseguiu reverter a decisão.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Damo aprova decisão de Avamileno sobre Febem

Leandro Laranjeira
Do Diário do Grande ABC

14/11/2007 | 09:54


A reação do prefeito de Mauá, Leonel Damo (PV), frente à notícia da possível instalação de duas unidades da Fundação Casa (antiga Febem) em Santo André, na divisa com Mauá, foi de naturalidade. “Acho normal. Não há qualquer problema.”

Anteontem, o prefeito de Santo André, João Avamileno (PT), divulgou ter oferecido uma área de 32 mil m², localizada a poucos metros de Mauá, para o governo do Estado construir as unidades.

“O ideal seria que a sociedade não precisasse da Fundação Casa. Mas já que não há outro jeito, o melhor é que os internos fiquem próximos às suas famílias. E Santo André sabe qual a melhor área na cidade”, defendeu Damo.

O comportamento do prefeito de Mauá é o oposto ao do chefe do Executivo de Rio Grande da Serra, Adler Kiko Teixeira (PSDB). O tucano reagiu quando Avamileno ofereceu terreno em Campo Grande – próximo à entrada do município – como possível endereço da Fundação Casa.

Na ocasião, Kiko procurou o secretário estadual de Justiça, Luiz Antônio Marrey, para argumentar que a área não era apropriada para o projeto. E conseguiu reverter a decisão.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;