Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 7 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Livro censurado sobre justiça chilena está na Web


Do Diário do Grande ABC

21/04/1999 | 08:29


Um controvertido livro sobre a justiça chilena escapou da censura imposta pelo Poder Judiciário do país e apareceu publicado na Internet. O Livro Negro da Justiça Chilena, escrito pela jornalista Alejandra Matus, foi retirado das livrarias e dos depósitos da editora Planeta um dia depois de seu lançamento, por causa de um recurso apresentado pelo magistrado e ex-presidente da Corte Suprema, Servando Jordán.

No entanto, os interessados em conhecer o texto que provocou a ira de Jordán poderao encontrá-lo no seguinte endereço da Internet: http://www.tercera.com/livronegro. Esse site é mantido pelo jornal local La Tercera e seu servidor é no estado de Washington, norte dos Estados Unidos, onde a proibiçao imposta no Chile nao é considerada, segundo informa a própria página, da qual se pode baixar o texto na forma comprimida.

O livro de Matus foi recolhido em 14 de abril por ordem do juiz Rafael Huerta, que aceitou a reclamaçao apresentada por Jordán com base na lei de segurança de estado. O livro mostra Jordán como uma pessoa viciada em bebida e irresponsável em seus deveres judiciais e o Poder Judiciário chileno como uma instituiçao integrada na sua maioria por corruptos e que, durante o regime militar do general Augusto Pinochet, foi incapaz de fazer justiça nos casos de abusos contra os direitos humanos.

Com a censura do livro, parlamentares, escritores e juristas apresentaram três recursos legais para obstruir a medida judicial.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Livro censurado sobre justiça chilena está na Web

Do Diário do Grande ABC

21/04/1999 | 08:29


Um controvertido livro sobre a justiça chilena escapou da censura imposta pelo Poder Judiciário do país e apareceu publicado na Internet. O Livro Negro da Justiça Chilena, escrito pela jornalista Alejandra Matus, foi retirado das livrarias e dos depósitos da editora Planeta um dia depois de seu lançamento, por causa de um recurso apresentado pelo magistrado e ex-presidente da Corte Suprema, Servando Jordán.

No entanto, os interessados em conhecer o texto que provocou a ira de Jordán poderao encontrá-lo no seguinte endereço da Internet: http://www.tercera.com/livronegro. Esse site é mantido pelo jornal local La Tercera e seu servidor é no estado de Washington, norte dos Estados Unidos, onde a proibiçao imposta no Chile nao é considerada, segundo informa a própria página, da qual se pode baixar o texto na forma comprimida.

O livro de Matus foi recolhido em 14 de abril por ordem do juiz Rafael Huerta, que aceitou a reclamaçao apresentada por Jordán com base na lei de segurança de estado. O livro mostra Jordán como uma pessoa viciada em bebida e irresponsável em seus deveres judiciais e o Poder Judiciário chileno como uma instituiçao integrada na sua maioria por corruptos e que, durante o regime militar do general Augusto Pinochet, foi incapaz de fazer justiça nos casos de abusos contra os direitos humanos.

Com a censura do livro, parlamentares, escritores e juristas apresentaram três recursos legais para obstruir a medida judicial.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;