Fechar
Publicidade

Domingo, 26 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Justiça boliviana pede extradição de Wagner Canhedo


Da AFP

21/05/2003 | 15:30


A Promotoria do Distrito de Cochabamba (centro da Bolívia) pediu a extradição de Wagner e Ulisses Canhedo, principais executivos da Vasp e que gerenciaram a companhia aérea boliviana LAB entre 1994 e 2001.

Depois de mais de um ano da Vasp ter transferido suas ações (51%) na LAB, a Promotoria solicitou um juizado de sentença que, conforme o procedimento, considere a pertinência do pedido de extradição dos Canhedo feito à chancelaria de La Paz.

A Promotoria acusa os Canhedos pelos delitos de furto, apropriação indébita e danos econômicos avaliados em US$ 60 milhões. Essa é a segunda tentativa nos últimos 18 meses para extraditar Ulisses e Wagner Canhedo, procurados pelas autoridades judiciais bolivianas.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Justiça boliviana pede extradição de Wagner Canhedo

Da AFP

21/05/2003 | 15:30


A Promotoria do Distrito de Cochabamba (centro da Bolívia) pediu a extradição de Wagner e Ulisses Canhedo, principais executivos da Vasp e que gerenciaram a companhia aérea boliviana LAB entre 1994 e 2001.

Depois de mais de um ano da Vasp ter transferido suas ações (51%) na LAB, a Promotoria solicitou um juizado de sentença que, conforme o procedimento, considere a pertinência do pedido de extradição dos Canhedo feito à chancelaria de La Paz.

A Promotoria acusa os Canhedos pelos delitos de furto, apropriação indébita e danos econômicos avaliados em US$ 60 milhões. Essa é a segunda tentativa nos últimos 18 meses para extraditar Ulisses e Wagner Canhedo, procurados pelas autoridades judiciais bolivianas.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;