Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 28 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Volpi conclui reforma administrativa em Ribeirão


Arthur Lopez
Do Diário do Grande ABC

01/03/2005 | 13:29


“A casa está arrumada”, assim o prefeito Clóvis Volpi (PV) define a situação da Prefeitura de Ribeirão Pires após a publicação oficial, segunda-feira, da reforma administrativa, aprovada há duas semanas por unanimidade pelos vereadores. O prefeito destaca que agora o governo está em suas mãos e será possível implantar o “estilo Clóvis Volpi de administrar”. A publicação também abre inscrições para o primeiro concurso público de sua gestão com a oferta de 114 vagas.

A reforma proposta por Volpi desmembra uma série de atribuições das antigas oito secretarias, formando 12 pastas novas. Os cargos em comissão, antes 202 no total, passaram para 244, mas o secretário de Administração, José Valentin Seraphin, garante que não houve acréscimo com as despesas da folha de pagamento. “Aproveitamos a reforma para diminuir os cargos com maior salário, como gerentes e subgerentes”, explica.

A partir de terça-feira, os secretários das novas pastas, que figuravam oficialmente como gerentes poderão ser nomeados em seus cargos definitivos. Nessa situação encontram-se Koiti Takaki e Marcelo Menato, que serão nomeados para as secretarias de Esporte e Desenvolvimento respectivamente.

 “A administração já estava nos trilhos, agora colocamos a locomotiva para andar”, diz Seraphin. Segundo o secretário de Administração, o destaque da reforma publicada é a criação da Secretaria do Verde, Meio Ambiente e Saneamento Básico, ainda sem titular, que terá a função principal de “conseguir recursos junto à União”. Seraphin também lembra que o contrato com a Sabesp vence em 2007 e essa secretaria irá coordenar a análise para saber se o serviço de água e esgoto será municipalizado ou não.

Sindicato – O Sindicato dos Servidores Municipais de Ribeirão apóia a reforma administrativa de Volpi, mas ainda aguarda que os benefícios, como o plano de saúde, sejam novamente destinados aos funcionários da Prefeitura. A presidente da entidade, Dalva Aparecida da Silva Rodrigues, diz que houve apenas uma reunião do sindicato com Volpi e sua equipe, quando ficou acertado que o “benefício volta em 60 dias e o aumento de salário será discutido em julho”. Segundo ela, “a relação com a administração é muito boa, antes não era assim porque o sindicato criticava muito a prefeitura e os vereadores, temos de caminhar juntos”.

Concurso – O mesmo edital da reforma administrativa anuncia a abertura de inscrições para o primeiro concurso público desta administração, com um total de 114 vagas, sendo que seis dessas são destinadas a portadores de deficiência física. As inscrições deverão ser feitas no Shopping Garden, ao lado da Prefeitura (Rua Stella Bruna Cecchi Nardelli, 257, Centro).

O presidente da Comissão de Concurso Público de Ribeirão, Márcio Sebastião Marques, afirma que a data das provas ainda não está definida, vai depender da quantidade de inscritos, “mas deve ser no final de março ou início de abril”. Outro concurso, mais abrangente, deve acontecer no segundo semestre. Para este, as vagas são de agente administrativo (10), agente operacional (10), educador infanto-juvenil (13), guarda ambiental (14 masculino e 2 feminino), guarda municipal (30 masculino e 8 feminino), professor pré-fundamental (20) e técnico de enfermagem (7). Os salários base variam de R$ 400 a R$ 785.

A novidade é a criação dos cargos de guarda ambiental, cujo pré-requisito é possuir o ensino médio, enquanto os guardas municipais têm de ter ensino fundamental. “Por enquanto, o salário deles é igual, mas esta semana entra um projeto de lei na Câmara aditando o salário dos guardas ambientais”, diz Marques. O presidente da Comissão de Concurso Público avisa que as datas e locais de provas, ainda não definidos, serão fixados nos locais de inscrição. “Não avisaremos os candidatos por correio”, alerta.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;