Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 24 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Embaixada de Israel emite nota em apoio à demissão de Roberto Alvim



17/01/2020 | 18:48


A Embaixada de Israel no Brasil divulgou nota nesta sexta-feira, 17, na qual diz apoiar a decisão do governo brasileiro de demitir Roberto Alvim do cargo de secretário especial da Cultura.

"A comunidade judaica e o Estado de Israel estão unidos no combate à todas as formas de antissemitismo. Por esta razão, a Embaixada de Israel apoia a decisão do governo brasileiro de exonerar o Secretário Especial de Cultura Roberto Alvim. O nazismo e qualquer uma de suas ideologias, personagens e ações não devem ser utilizados como exemplo em uma sociedade democrática sob nenhuma circunstância", diz a nota emitida pela representação israelense.

A demissão de Alvim foi anunciada hoje pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) nas redes sociais. O ex-secretário foi afastado do cargo depois de divulgar um vídeo no qual faz referências a trechos de discursos nazistas.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Embaixada de Israel emite nota em apoio à demissão de Roberto Alvim


17/01/2020 | 18:48


A Embaixada de Israel no Brasil divulgou nota nesta sexta-feira, 17, na qual diz apoiar a decisão do governo brasileiro de demitir Roberto Alvim do cargo de secretário especial da Cultura.

"A comunidade judaica e o Estado de Israel estão unidos no combate à todas as formas de antissemitismo. Por esta razão, a Embaixada de Israel apoia a decisão do governo brasileiro de exonerar o Secretário Especial de Cultura Roberto Alvim. O nazismo e qualquer uma de suas ideologias, personagens e ações não devem ser utilizados como exemplo em uma sociedade democrática sob nenhuma circunstância", diz a nota emitida pela representação israelense.

A demissão de Alvim foi anunciada hoje pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) nas redes sociais. O ex-secretário foi afastado do cargo depois de divulgar um vídeo no qual faz referências a trechos de discursos nazistas.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;