Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 10 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Claudinho visa disputar o Paço de novo em 2016

Petista de Rio Grande da Serra critica gestão do tucano Maranhão


Renan Matavelli
Especial para o Diário

15/04/2013 | 07:15


Principal adversário do prefeito Gabriel Maranhão (PSDB) na corrida pelo Paço de Rio Grande da Serra em 2012, Claudinho da Geladeira (PT) analisa os 100 dias da gestão do tucano e afirma que o adversário tem autoridade porque não há plano de governo. De quebra, revela que pretende lançar novamente candidatura ao Executivo em 2016.

Após quatro meses do início do mandato de Gabriel Maranhão, o petista afirma que muitos projetos em andamento hoje, como a criação da UPA (Unidade de Pronto Atendimento 24 horas), na divisa com Paranapiacaba, é da última gestão petista de Ramón Álvaro Velásquez em 2004, que trabalhava para concretizar uma unidade no local. "Ele está perdido, sem choque de gestão, não há nada de novo. Não existe essa história de 100 dias de mandato. É continuidade de tudo que já vinha acontecendo", salienta Claudinho.

Para o ex-prefeiturável, o chefe do Executivo tem se mostrado afastado da população, aparecendo apenas em inaugurações. "Não há proximidade com a população, apenas inaugura e deixa sem manutenção alguma. Falta humanizar a máquina pública, ter um governo mais participativo."

O partido tem levado demandas à Câmara em assuntos relacionados a serviços urbanos de manutenção e Saúde. "Temos cobrado principalmente a questão da Saúde, desde medicamentos a agendamentos de consultas e exames. Outro problema é o teatro da cidade, que está fechado há mais de dois anos e ainda não foi reaberto. A população está prejudicada."

Claudinho aposta na unidade do PT para crescer na cidade, apesar da larga margem da derrota do ano passado, em que obteve 37,04% dos votos válidos contra 60,60% de Maranhão. "Tínhamos algumas diferenças internas, mas agora estamos unidos, apostando no crescimento da militância."

 

XODÓ

Na eleição do ano passado, Claudinho da Geladeira virou o ‘xodó de Lula' e ganhou projeção entre os petistas do Estado. Neste ano, encontrou-se com o ex-presidente apenas nos encontros realizados pelo partido.

Hoje trabalha na Macro ABC - direção regional da sigla - para fortalecer a militância das sete cidades. Porém, tem se esforçado mais para incluir de fato Rio Grande da Serra nas prioridades do partido.

Para as eleições internas do PT, aponta Erick de Paula, secretário-geral do PT municipal, como candidato de seu grupo político. "O partido pretende manter e fortalecer a militância trazendo inovação e pessoas novas para o comando", afirma Claudinho.

 

 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Claudinho visa disputar o Paço de novo em 2016

Petista de Rio Grande da Serra critica gestão do tucano Maranhão

Renan Matavelli
Especial para o Diário

15/04/2013 | 07:15


Principal adversário do prefeito Gabriel Maranhão (PSDB) na corrida pelo Paço de Rio Grande da Serra em 2012, Claudinho da Geladeira (PT) analisa os 100 dias da gestão do tucano e afirma que o adversário tem autoridade porque não há plano de governo. De quebra, revela que pretende lançar novamente candidatura ao Executivo em 2016.

Após quatro meses do início do mandato de Gabriel Maranhão, o petista afirma que muitos projetos em andamento hoje, como a criação da UPA (Unidade de Pronto Atendimento 24 horas), na divisa com Paranapiacaba, é da última gestão petista de Ramón Álvaro Velásquez em 2004, que trabalhava para concretizar uma unidade no local. "Ele está perdido, sem choque de gestão, não há nada de novo. Não existe essa história de 100 dias de mandato. É continuidade de tudo que já vinha acontecendo", salienta Claudinho.

Para o ex-prefeiturável, o chefe do Executivo tem se mostrado afastado da população, aparecendo apenas em inaugurações. "Não há proximidade com a população, apenas inaugura e deixa sem manutenção alguma. Falta humanizar a máquina pública, ter um governo mais participativo."

O partido tem levado demandas à Câmara em assuntos relacionados a serviços urbanos de manutenção e Saúde. "Temos cobrado principalmente a questão da Saúde, desde medicamentos a agendamentos de consultas e exames. Outro problema é o teatro da cidade, que está fechado há mais de dois anos e ainda não foi reaberto. A população está prejudicada."

Claudinho aposta na unidade do PT para crescer na cidade, apesar da larga margem da derrota do ano passado, em que obteve 37,04% dos votos válidos contra 60,60% de Maranhão. "Tínhamos algumas diferenças internas, mas agora estamos unidos, apostando no crescimento da militância."

 

XODÓ

Na eleição do ano passado, Claudinho da Geladeira virou o ‘xodó de Lula' e ganhou projeção entre os petistas do Estado. Neste ano, encontrou-se com o ex-presidente apenas nos encontros realizados pelo partido.

Hoje trabalha na Macro ABC - direção regional da sigla - para fortalecer a militância das sete cidades. Porém, tem se esforçado mais para incluir de fato Rio Grande da Serra nas prioridades do partido.

Para as eleições internas do PT, aponta Erick de Paula, secretário-geral do PT municipal, como candidato de seu grupo político. "O partido pretende manter e fortalecer a militância trazendo inovação e pessoas novas para o comando", afirma Claudinho.

 

 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;