Fechar
Publicidade

Domingo, 8 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Terreno na Imigrantes junta entulho e atrapalha vizinhos

Vizinhos revelam que local já virou ponto de uso de drogas


Drielly Gaspar Especial para o Diário

05/11/2012 | 07:10


 

Quem mora na Rua Beethoven, no Jardim Arco Íris, em Diadema, convive com o acúmulo de entulho em terreno próximo desde fevereiro. Diversas casas foram desapropriadas e demolidas pela Ecovias, responsável pela área. O lixo acumulado no local, que fica bem em cima de um esgoto, traz problemas como ratos, insetos e, quando chove, as casas mais próximas enchem de água. “É só dar uma chuvinha de nada que enche tudo”, diz o aposentado Luis Dourado, 56.

Os vizinhos comentam que o local – no km 17 da Rodovia dos Imigrantes – virou ponto de uso de drogas. E reclamam também que estão preocupados com as crianças do bairro, já que os pequenos brincam no meio dos entulhos e podem se machucar ou mesmo ficar doentes. “O que nós queremos é uma posição da Ecovias. Eles disseram que construiriam um muro. Enquanto não fizerem isso, nós não vamos sossegar”, diz a aposentada Maria Risoleta Almeida, 55.

A Ecovias informa que realiza a remoção do entulho e que a previsão é concluir o trabalho em meados deste mês.

 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Terreno na Imigrantes junta entulho e atrapalha vizinhos

Vizinhos revelam que local já virou ponto de uso de drogas

Drielly Gaspar Especial para o Diário

05/11/2012 | 07:10


 

Quem mora na Rua Beethoven, no Jardim Arco Íris, em Diadema, convive com o acúmulo de entulho em terreno próximo desde fevereiro. Diversas casas foram desapropriadas e demolidas pela Ecovias, responsável pela área. O lixo acumulado no local, que fica bem em cima de um esgoto, traz problemas como ratos, insetos e, quando chove, as casas mais próximas enchem de água. “É só dar uma chuvinha de nada que enche tudo”, diz o aposentado Luis Dourado, 56.

Os vizinhos comentam que o local – no km 17 da Rodovia dos Imigrantes – virou ponto de uso de drogas. E reclamam também que estão preocupados com as crianças do bairro, já que os pequenos brincam no meio dos entulhos e podem se machucar ou mesmo ficar doentes. “O que nós queremos é uma posição da Ecovias. Eles disseram que construiriam um muro. Enquanto não fizerem isso, nós não vamos sossegar”, diz a aposentada Maria Risoleta Almeida, 55.

A Ecovias informa que realiza a remoção do entulho e que a previsão é concluir o trabalho em meados deste mês.

 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;