Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 27 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Desconfortável semelhança


Gabriela Germano
Da TV Press

04/11/2006 | 18:30


Quando foi chamada para Bicho do Mato (Record), Luciana Bessa sabia que duas personagens aguardavam definição de intérprete. Ao final dos testes, veio a decisão: ela seria Paula, professora de educação física e adepta da máxima “mente sã, corpo são”. Para a atriz, formada em dança e com uma academia em Nova Iguaçu (RJ), os diretores fizeram essa opção porque o papel tinha tudo a ver com ela. “Sempre fui envolvida com exercícios. Por isso me deram a Paula”, confirma.

À primeira vista, um personagem com perfil familiar parece facilitar o trabalho do ator. No dia-a-dia das gravações, porém, as coisas funcionam de maneira diferente. “Quando as cenas têm muito a ver com minha realidade, fica tudo mais difícil”, confessa Luciana. Apesar de um traço marcante da personagem ser a natação, esporte que não é especialidade da atriz, há momentos em que confundir vida e ficção fica praticamente inevitável. “Às vezes visto uma roupa esportiva para gravar e vejo a Luciana. Então tenho que me esforçar para incorporar a Paula”, explica.

Justamente para mergulhar no papel, a atriz começou a fazer aulas de natação. A maneira do professor se portar frente aos alunos foi um de seus espelhos. “Tento me livrar da postura delicada de uma professora de dança para incorporar o lado mais atleta de um nadador”, detalha.

Deixar a dança de lado, só na novela. Em hipótese alguma, ela pensa em abandonar atividade que rege sua vida artística. Afinal, foi como dançarina que conquistou diversos trabalhos e experiências “inesquecíveis”. Em especial, a mudança para Manaus (AM). Nos dois anos em que morou na cidade, ela integrou um grupo musical da região e teve outros trabalhos. “Fui apresentadora, garota-propaganda de uma loja, tive chances maravilhosas”. Mas, por questões particulares, voltou ao Rio. “Deixei um filho pequeno, família, academia”, diz.

Luciana fez uma participação no Zorra Total, da Globo, e em seguida foi chamada pela Record. Mas Bicho do Mato não é sua primeira novela. A experiência inicial foi Corpo Dourado (1998). Depois, dois anos e meio de Malhação.

Contratada pela Record até o fim da novela, Luciana não tem definições sobre seu futuro profissional. Uma certeza, no entanto, ela adianta: “Meu negócio é qualquer coisa ligada a arte”.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Desconfortável semelhança

Gabriela Germano
Da TV Press

04/11/2006 | 18:30


Quando foi chamada para Bicho do Mato (Record), Luciana Bessa sabia que duas personagens aguardavam definição de intérprete. Ao final dos testes, veio a decisão: ela seria Paula, professora de educação física e adepta da máxima “mente sã, corpo são”. Para a atriz, formada em dança e com uma academia em Nova Iguaçu (RJ), os diretores fizeram essa opção porque o papel tinha tudo a ver com ela. “Sempre fui envolvida com exercícios. Por isso me deram a Paula”, confirma.

À primeira vista, um personagem com perfil familiar parece facilitar o trabalho do ator. No dia-a-dia das gravações, porém, as coisas funcionam de maneira diferente. “Quando as cenas têm muito a ver com minha realidade, fica tudo mais difícil”, confessa Luciana. Apesar de um traço marcante da personagem ser a natação, esporte que não é especialidade da atriz, há momentos em que confundir vida e ficção fica praticamente inevitável. “Às vezes visto uma roupa esportiva para gravar e vejo a Luciana. Então tenho que me esforçar para incorporar a Paula”, explica.

Justamente para mergulhar no papel, a atriz começou a fazer aulas de natação. A maneira do professor se portar frente aos alunos foi um de seus espelhos. “Tento me livrar da postura delicada de uma professora de dança para incorporar o lado mais atleta de um nadador”, detalha.

Deixar a dança de lado, só na novela. Em hipótese alguma, ela pensa em abandonar atividade que rege sua vida artística. Afinal, foi como dançarina que conquistou diversos trabalhos e experiências “inesquecíveis”. Em especial, a mudança para Manaus (AM). Nos dois anos em que morou na cidade, ela integrou um grupo musical da região e teve outros trabalhos. “Fui apresentadora, garota-propaganda de uma loja, tive chances maravilhosas”. Mas, por questões particulares, voltou ao Rio. “Deixei um filho pequeno, família, academia”, diz.

Luciana fez uma participação no Zorra Total, da Globo, e em seguida foi chamada pela Record. Mas Bicho do Mato não é sua primeira novela. A experiência inicial foi Corpo Dourado (1998). Depois, dois anos e meio de Malhação.

Contratada pela Record até o fim da novela, Luciana não tem definições sobre seu futuro profissional. Uma certeza, no entanto, ela adianta: “Meu negócio é qualquer coisa ligada a arte”.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;