Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 19 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Otimista, Ademar Braga aposta todas as fichas no Corinthians


Da AE

15/04/2006 | 09:57


Ademar Braga é uma figura. Suas entrevistas rendem frases de efeitos e polêmicas, reforçadas por caretas engraçadas. Ontem, no Parque São Jorge, em princípio não admitiu colocar o Corinthians como favorito ao título brasileiro. Mas não vacilou na resposta, quando lhe perguntaram quantas fichas apostaria na equipe, se tivesse um lote de dez. "Aposto todas. A equipe é de boa para excelente", afirmou. "Não sou analfabeto. Se trabalho aqui, tenho de apostar em meu time. Isso não significa favoritismo, mas confiança".

Animado o treinador corintiano. Ademar prega a paz entre colegas de profissão - e com isso evita atrito com Mano Menezes, técnico do Grêmio, com quem se estranhou durante a semana por esconderem a escalação. Mesmo assim, dá leves cutucadas no rival de amanhã, na rodada de abertura do Brasileiro. "Não existe time pronto para ser campeão", disparou. "Mas estamos preparados, temos bons substitutos e grande chance de fazermos bons jogos e vencermos", previu. "Se o time não for campeão, aí o problema vai ser do técnico".

Língua afiada, contas preparadas. Ademar traçou plano para a primeira parte do torneio. Nas dez rodadas marcadas antes do recesso de 38 dias para a Copa do Mundo, pretende acumular gordura, ou seja, abrir boa vantagem na liderança. "Quem começa bem, termina bem", comparou. "Um empate pode ser bom fora, mas em casa temos a obrigação de vencer sempre", enfatizou. "Folga excelente, dá tranqüilidade e não desequilibra o elenco".

O time fará pré-temporada de 30 dias em junho. Passado o recado, hora de voltar a suas apostas. Ademar ontem estava cheio de palpites. Nada surpreendentes, por exemplo, a respeito de prováveis artilheiros do Nacional. "Nilmar ou Tevez, um dos dois terminará como principal goleador", disse, emendando com bom humor. "Nossa, está virando Cassino Parque São Jorge!"

O treinador bancou Nilmar, apesar de a situação do centroavante não estar resolvida - o contrato termina em junho e o clube teria de desembolsar US$ 10 milhões ao Lyon para contratá-lo em definitivo. "Estou tranqüilo, o Nilmar fica. Conversei com ele, joga até de graça no Corinthians." Antes de despedir-se e seguir para o banho, Ademar ainda faria a última fezinha. Esta, contudo, vai demorar até o dia 22, no duelo contra o São Caetano, no Pacaembu. "Não tem como não dizer que aposto no Silvio Luiz, é inegável", frisou.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Otimista, Ademar Braga aposta todas as fichas no Corinthians

Da AE

15/04/2006 | 09:57


Ademar Braga é uma figura. Suas entrevistas rendem frases de efeitos e polêmicas, reforçadas por caretas engraçadas. Ontem, no Parque São Jorge, em princípio não admitiu colocar o Corinthians como favorito ao título brasileiro. Mas não vacilou na resposta, quando lhe perguntaram quantas fichas apostaria na equipe, se tivesse um lote de dez. "Aposto todas. A equipe é de boa para excelente", afirmou. "Não sou analfabeto. Se trabalho aqui, tenho de apostar em meu time. Isso não significa favoritismo, mas confiança".

Animado o treinador corintiano. Ademar prega a paz entre colegas de profissão - e com isso evita atrito com Mano Menezes, técnico do Grêmio, com quem se estranhou durante a semana por esconderem a escalação. Mesmo assim, dá leves cutucadas no rival de amanhã, na rodada de abertura do Brasileiro. "Não existe time pronto para ser campeão", disparou. "Mas estamos preparados, temos bons substitutos e grande chance de fazermos bons jogos e vencermos", previu. "Se o time não for campeão, aí o problema vai ser do técnico".

Língua afiada, contas preparadas. Ademar traçou plano para a primeira parte do torneio. Nas dez rodadas marcadas antes do recesso de 38 dias para a Copa do Mundo, pretende acumular gordura, ou seja, abrir boa vantagem na liderança. "Quem começa bem, termina bem", comparou. "Um empate pode ser bom fora, mas em casa temos a obrigação de vencer sempre", enfatizou. "Folga excelente, dá tranqüilidade e não desequilibra o elenco".

O time fará pré-temporada de 30 dias em junho. Passado o recado, hora de voltar a suas apostas. Ademar ontem estava cheio de palpites. Nada surpreendentes, por exemplo, a respeito de prováveis artilheiros do Nacional. "Nilmar ou Tevez, um dos dois terminará como principal goleador", disse, emendando com bom humor. "Nossa, está virando Cassino Parque São Jorge!"

O treinador bancou Nilmar, apesar de a situação do centroavante não estar resolvida - o contrato termina em junho e o clube teria de desembolsar US$ 10 milhões ao Lyon para contratá-lo em definitivo. "Estou tranqüilo, o Nilmar fica. Conversei com ele, joga até de graça no Corinthians." Antes de despedir-se e seguir para o banho, Ademar ainda faria a última fezinha. Esta, contudo, vai demorar até o dia 22, no duelo contra o São Caetano, no Pacaembu. "Não tem como não dizer que aposto no Silvio Luiz, é inegável", frisou.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;