Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 10 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Peça revê a música de Lamartine Babo


Dojival Filho
Do Diário do Grande ABC

13/04/2006 | 11:10


A irreverência e o talento do compositor Lamartine Babo (1904-1963) são os ingredientes do musical Aqui, Ali, Lalá- Viva Lamartine Babo, encenado pelo grupo Babo...seiras, formado por alunos da EMIA Aron Feldman, em Santo André. O espetáculo, com entrada franca, será apresentado no próximo sábado (15), às 20h, no Teatro Municipal de Santo André (pça. IV Centenário, s/nº. Tel.: 4433-0789). No palco, cenas marcantes da vida do homenageado, autor de pérolas da música satírica brasileira.

De acordo com a diretora Rosana Damas, que também assinou o texto da peça, o ponto de partida para a criação da peça foi o clássico Canção para InglêsVer, com sua letra impagável recheada de neologismos em inglês e português. Ainda segundo ela, o público poderá conhecer as histórias da criação de temas inesquecíveis, como AsCantorasdo Rádio, criado por Lamartine, ou Lalá, como era conhecido pelos amigos, em parceria com Braguinha e Alberto Ribeiro, durante uma viagem de ônibus.

Outro episódio pitoresco foi a troca de correspondência entre o compositor e “uma fã” apaixonada. “Na verdade, era um dentista de Minas Gerais, muito fã, que quis fazer uma brincadeira com ele”, explica Rosana. O admirador brincalhão, que utilizou o pseudônimo Nair, nome da sobrinha do compositor, é o personagem da música Serra da Boa Esperança. Não faltam exemplos da verve sarcástica de Lamartine, que sempre riu da falta de dinheiro e da magreza. “Quando diziam que um homem era varão, ele falava que era varinha, porque era muito magro”, afirma Rosana.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Peça revê a música de Lamartine Babo

Dojival Filho
Do Diário do Grande ABC

13/04/2006 | 11:10


A irreverência e o talento do compositor Lamartine Babo (1904-1963) são os ingredientes do musical Aqui, Ali, Lalá- Viva Lamartine Babo, encenado pelo grupo Babo...seiras, formado por alunos da EMIA Aron Feldman, em Santo André. O espetáculo, com entrada franca, será apresentado no próximo sábado (15), às 20h, no Teatro Municipal de Santo André (pça. IV Centenário, s/nº. Tel.: 4433-0789). No palco, cenas marcantes da vida do homenageado, autor de pérolas da música satírica brasileira.

De acordo com a diretora Rosana Damas, que também assinou o texto da peça, o ponto de partida para a criação da peça foi o clássico Canção para InglêsVer, com sua letra impagável recheada de neologismos em inglês e português. Ainda segundo ela, o público poderá conhecer as histórias da criação de temas inesquecíveis, como AsCantorasdo Rádio, criado por Lamartine, ou Lalá, como era conhecido pelos amigos, em parceria com Braguinha e Alberto Ribeiro, durante uma viagem de ônibus.

Outro episódio pitoresco foi a troca de correspondência entre o compositor e “uma fã” apaixonada. “Na verdade, era um dentista de Minas Gerais, muito fã, que quis fazer uma brincadeira com ele”, explica Rosana. O admirador brincalhão, que utilizou o pseudônimo Nair, nome da sobrinha do compositor, é o personagem da música Serra da Boa Esperança. Não faltam exemplos da verve sarcástica de Lamartine, que sempre riu da falta de dinheiro e da magreza. “Quando diziam que um homem era varão, ele falava que era varinha, porque era muito magro”, afirma Rosana.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;