Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 27 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Consumo de energia bate recorde no Rio Grande do Sul


Da Agência Brasil

10/01/2006 | 20:35


O consumo de energia elétrica bateu recorde nesta terça-feira no Rio Grande do Sul. As cidades Campo Bom,  Novo Hamburgo e São Leopoldo registraram hoje 41,10 graus. Em Porto Alegre, a temperatura chegou a 38,5 graus.

A Rede de Estações de Climatologia Urbana de São Leopoldo apurou que, desde a abertura da estação do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) em 1984, nunca Campo Bom havia registrado uma seqüência de três dias com temperaturas acima de 39 graus no mês de janeiro. Depois dos 39 graus de sábado e dos 41,2 de domingo, a cidade Sinos registrou hoje a máxima de 41,1 graus, com sensação térmica de 43 graus à sombra.

Em 22 anos de observação meteorológica na cidade, apenas uma vez antes Campo Bom havia registrado três dias consecutivos com máximas acima de 39 graus. Foi entre 14 e 16 de novembro de 1985.

A Companhia Estadual de Energia Elétrica registrou 4.458 megawatts de demanda instantânea de energia elétrica no Estado. O índice superou o anterior, de 7 de abril do ano passado, quando o Centro de Operação do Sistema da companhia registrou consumo de 4.367 MW, às 19h03, com 32,6 graus de temperatura.

O secretário de Energia, Valdir Andres, garante que não há qualquer risco de desabastecimento no estado. "Podemos suportar até 4,9 mil MW de demanda", informa. "Mantendo-se as atuais temperaturas, a demanda de energia seguirá acima dos 4 mil MW durante o dia", diz Andres.

Segundo Andres, os reservatórios de água do estado estão cheios, com cerca de 90% da sua capacidade. "No ano passado, nesta mesma época, as bacias hidrográficas gaúchas estavam com nível abaixo de 50%".



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Consumo de energia bate recorde no Rio Grande do Sul

Da Agência Brasil

10/01/2006 | 20:35


O consumo de energia elétrica bateu recorde nesta terça-feira no Rio Grande do Sul. As cidades Campo Bom,  Novo Hamburgo e São Leopoldo registraram hoje 41,10 graus. Em Porto Alegre, a temperatura chegou a 38,5 graus.

A Rede de Estações de Climatologia Urbana de São Leopoldo apurou que, desde a abertura da estação do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) em 1984, nunca Campo Bom havia registrado uma seqüência de três dias com temperaturas acima de 39 graus no mês de janeiro. Depois dos 39 graus de sábado e dos 41,2 de domingo, a cidade Sinos registrou hoje a máxima de 41,1 graus, com sensação térmica de 43 graus à sombra.

Em 22 anos de observação meteorológica na cidade, apenas uma vez antes Campo Bom havia registrado três dias consecutivos com máximas acima de 39 graus. Foi entre 14 e 16 de novembro de 1985.

A Companhia Estadual de Energia Elétrica registrou 4.458 megawatts de demanda instantânea de energia elétrica no Estado. O índice superou o anterior, de 7 de abril do ano passado, quando o Centro de Operação do Sistema da companhia registrou consumo de 4.367 MW, às 19h03, com 32,6 graus de temperatura.

O secretário de Energia, Valdir Andres, garante que não há qualquer risco de desabastecimento no estado. "Podemos suportar até 4,9 mil MW de demanda", informa. "Mantendo-se as atuais temperaturas, a demanda de energia seguirá acima dos 4 mil MW durante o dia", diz Andres.

Segundo Andres, os reservatórios de água do estado estão cheios, com cerca de 90% da sua capacidade. "No ano passado, nesta mesma época, as bacias hidrográficas gaúchas estavam com nível abaixo de 50%".

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;