Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 20 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Campanhas têm início com agendas de rua em meio à pandemia

Fotos: Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Candidatos abandonam plano virtual e correm atrás do voto; até feiras prefeituráveis visitaram


Raphael Rocha
Vanessa Soares
Do Diário do Grande ABC

27/09/2020 | 18:15


O primeiro dia oficial de campanhas no Grande ABC mostrou que boa parte dos prefeituráveis já descartou o plano de minimizar agendas de rua e priorizar atividades virtuais em meio à pandemia de Covid-19. Diversos postulantes percorreram os bairros e, em que pese o uso de máscara e álcool em gel, tiveram contato direto com o eleitor, dando mostra de como será a corrida eleitoral na região. Até mesmo a tradicional agenda em feira livre, onde o espaço é reduzido, mas há muita gente, não escapou dos políticos.

O prefeito de São Caetano e candidato à reeleição, José Auricchio Júnior (PSDB), lançou sua candidatura – a quarta na cidade – em frente a uma tradicional padaria na Avenida Kennedy. Estava ao lado do candidato a vice, o vereador Carlos Humberto Seraphim (PL), e de seus familiares e aliados.

“É uma campanha nova para todo mundo sob a égide da Covid-19. Essa eleição municipal é a mais importante da República brasileira desde que eu me conheço por gente. O impacto desta eleição na vida das pessoas vai ser o maior de todos de qualquer outra época que possamos rememorar”, discursou o tucano, citando que o tema pandemia não terá como ficar fora dos debates. “Os desafios que a pandemia está nos impondo são gigantescos, não só do ponto de vista do controle sanitário da crise, mas das outras que virão. Vamos ver um desemprego e uma recessão econômica que eu tenho a expectativa que será uma das mais graves que nós vamos vivenciar. Certamente nossa geração não deve ter vivido outra pior do que essa.”

Ex-prefeito de São Bernardo e candidato do PT neste pleito, Luiz Marinho caminhou no Conjunto Habitacional Três Marias, na região do Cooperativa, juntamente de candidatos a vereador e de sua vice, Ana Paula Lupino (PTB) – ela segue na chapa, a despeito da polêmica decisão do PTB nacional em vetar a aliança na cidade.

“O governo da nossa gente, o que o governo que cuidou do nosso povo, o governo do orçamento participativo tem que voltar”, disse Marinho, aos apoiadores. Como medida para retomar a economia diante da crise sanitária, prometeu criar programa de garantia de renda e de banco regional de desenvolvimento para financiamento a pequenas e médias empresas.

Atual prefeito de São Bernardo e postulante à reeleição, Orlando Morando (PSDB) iniciou a campanha no bairro Batistini, bairro onde ele nasceu. Participou de missa na Paróquia Santo Antônio e, depois, foi à Praça Parque Zelindo Ventorini. Morando tirou fotos, interagiu com eleitores e até mesmo jogou bola com crianças que estavam na praça. “Orgulho de vir a esta região e a tantas outras, mais afastadas do Centro, e constatar a melhora que pudemos proporcionar. Em meio a esta pandemia, farei a campanha dentro dos horários de tempo possíveis, o que será bastante limitado. Vou continuar focando em trabalhar pela cidade e pelas pessoas. Reafirmo que não trocaremos vidas por votos”, considerou. Em parte da atividade estava ao lado do deputado federal Alex Manente (Cidadania), de quem foi rival na política de São Bernardo por décadas e agora está aliado.

Ir às feiras livres foi a programação de ao menos dois candidatos à Prefeitura de Mauá. O atual chefe do Executivo, Atila Jacomussi (PSB), esteve nas feiras do Jardim Esperança, do Jardim Feital e do Jardim Itapark. Antes, porém, homenageou o pai, o vereador decano Admir Jacomussi (Patriota), que completou 72 anos neste domingo.

Roteiro parecido teve o ex-prefeito Donisete Braga (PDT). Ele deu pontapé inicial em sua tentativa de retornar ao Paço à 0h12, em alusão ao número de seu partido. Pela manhã, visitou feiras livres e também caminhou pelo Parque das Américas, onde se consolidou politicamente. “É a primeira vez que o PDT tem um candidato à prefeitura. Nossa chapa é democrática e representativa. Agradeço a executiva estadual e nacional do PDT pela confiança e total apoio à minha candidatura.”

Em Diadema, o PT se dividiu em carreatas pelos bairros sem a presença de seu candidato, o ex-prefeito José de Filippi Júnior, que se recupera de procedimento cirúrgico. Prefeiturável governista, o presidente da Câmara, Pretinho do Água Santa (DEM), foi às ruas. Esteve no núcleo Caviúna, no Jardim Inamar.

O menor movimento foi registrado em Santo André. Nem mesmo o prefeito Paulo Serra (PSDB) teve atividade oficial de campanha. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Campanhas têm início com agendas de rua em meio à pandemia

Candidatos abandonam plano virtual e correm atrás do voto; até feiras prefeituráveis visitaram

Raphael Rocha
Vanessa Soares
Do Diário do Grande ABC

27/09/2020 | 18:15


O primeiro dia oficial de campanhas no Grande ABC mostrou que boa parte dos prefeituráveis já descartou o plano de minimizar agendas de rua e priorizar atividades virtuais em meio à pandemia de Covid-19. Diversos postulantes percorreram os bairros e, em que pese o uso de máscara e álcool em gel, tiveram contato direto com o eleitor, dando mostra de como será a corrida eleitoral na região. Até mesmo a tradicional agenda em feira livre, onde o espaço é reduzido, mas há muita gente, não escapou dos políticos.

O prefeito de São Caetano e candidato à reeleição, José Auricchio Júnior (PSDB), lançou sua candidatura – a quarta na cidade – em frente a uma tradicional padaria na Avenida Kennedy. Estava ao lado do candidato a vice, o vereador Carlos Humberto Seraphim (PL), e de seus familiares e aliados.

“É uma campanha nova para todo mundo sob a égide da Covid-19. Essa eleição municipal é a mais importante da República brasileira desde que eu me conheço por gente. O impacto desta eleição na vida das pessoas vai ser o maior de todos de qualquer outra época que possamos rememorar”, discursou o tucano, citando que o tema pandemia não terá como ficar fora dos debates. “Os desafios que a pandemia está nos impondo são gigantescos, não só do ponto de vista do controle sanitário da crise, mas das outras que virão. Vamos ver um desemprego e uma recessão econômica que eu tenho a expectativa que será uma das mais graves que nós vamos vivenciar. Certamente nossa geração não deve ter vivido outra pior do que essa.”

Ex-prefeito de São Bernardo e candidato do PT neste pleito, Luiz Marinho caminhou no Conjunto Habitacional Três Marias, na região do Cooperativa, juntamente de candidatos a vereador e de sua vice, Ana Paula Lupino (PTB) – ela segue na chapa, a despeito da polêmica decisão do PTB nacional em vetar a aliança na cidade.

“O governo da nossa gente, o que o governo que cuidou do nosso povo, o governo do orçamento participativo tem que voltar”, disse Marinho, aos apoiadores. Como medida para retomar a economia diante da crise sanitária, prometeu criar programa de garantia de renda e de banco regional de desenvolvimento para financiamento a pequenas e médias empresas.

Atual prefeito de São Bernardo e postulante à reeleição, Orlando Morando (PSDB) iniciou a campanha no bairro Batistini, bairro onde ele nasceu. Participou de missa na Paróquia Santo Antônio e, depois, foi à Praça Parque Zelindo Ventorini. Morando tirou fotos, interagiu com eleitores e até mesmo jogou bola com crianças que estavam na praça. “Orgulho de vir a esta região e a tantas outras, mais afastadas do Centro, e constatar a melhora que pudemos proporcionar. Em meio a esta pandemia, farei a campanha dentro dos horários de tempo possíveis, o que será bastante limitado. Vou continuar focando em trabalhar pela cidade e pelas pessoas. Reafirmo que não trocaremos vidas por votos”, considerou. Em parte da atividade estava ao lado do deputado federal Alex Manente (Cidadania), de quem foi rival na política de São Bernardo por décadas e agora está aliado.

Ir às feiras livres foi a programação de ao menos dois candidatos à Prefeitura de Mauá. O atual chefe do Executivo, Atila Jacomussi (PSB), esteve nas feiras do Jardim Esperança, do Jardim Feital e do Jardim Itapark. Antes, porém, homenageou o pai, o vereador decano Admir Jacomussi (Patriota), que completou 72 anos neste domingo.

Roteiro parecido teve o ex-prefeito Donisete Braga (PDT). Ele deu pontapé inicial em sua tentativa de retornar ao Paço à 0h12, em alusão ao número de seu partido. Pela manhã, visitou feiras livres e também caminhou pelo Parque das Américas, onde se consolidou politicamente. “É a primeira vez que o PDT tem um candidato à prefeitura. Nossa chapa é democrática e representativa. Agradeço a executiva estadual e nacional do PDT pela confiança e total apoio à minha candidatura.”

Em Diadema, o PT se dividiu em carreatas pelos bairros sem a presença de seu candidato, o ex-prefeito José de Filippi Júnior, que se recupera de procedimento cirúrgico. Prefeiturável governista, o presidente da Câmara, Pretinho do Água Santa (DEM), foi às ruas. Esteve no núcleo Caviúna, no Jardim Inamar.

O menor movimento foi registrado em Santo André. Nem mesmo o prefeito Paulo Serra (PSDB) teve atividade oficial de campanha. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;