Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 28 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Peixe enfrenta o líder Noroeste de olho no clássico


Nilton Valentim
Do Diário do Grande ABC
Com Agências

08/02/2006 | 08:46


As vaias da torcida após a vexatória derrota para a Portuguesa Santista ainda estão na mente da equipe do Santos. Nesta quarta, às 20h30 (Sportv), na Vila Belmiro, o adversário será o líder Noroeste e a ordem é garantir a vitória a todo custo, sob pena de ver as chances de conquista do Campeonato Paulista se extinguirem. Além disso, será necessário adquirir ânimo para domingo, quando o time encara o Corinthians, no Morumbi. “São confrontos diretos e se tivermos resultados ruins, ficaremos muito distantes de equipes que estão na frente”, explica o técnico Vanderlei Luxemburgo.

O treinador teve de mexer bastante no time para o jogo contra o Noroeste. Ele não poderá contar com o atacante Jonas, contundido, e com o lateral-esquerdo Kléber, suspenso. Apesar de ter dito que ainda não havia definido os substitutos, ele escalou o novato Carlinhos na lateral-esquerda e depois o substituiu por Wendel durante o coletivo desta terça.

A vez, porém, deverá ser de Carlinhos. “Ainda não sei se começarei jogando, mas quero aproveitar essa oportunidade, se ela surgir”, disse o lateral. No ataque, uma boa surpresa: Reinaldo se entendeu bem com Geílson, que marcou três gols no primeiro tempo do coletivo e depois foi substituído por Galvão. Mesmo sem a definição, a dupla de atacantes deverá ser a que começou o treino. “Conversei com o Geílson antes do treinamento e disse para ele se movimentar bastante na área porque o time tem bons lançadores e ele receberá muita bola”, diz Reinaldo.

Noroeste – Com humildade, mas consciente de suas possibilidades, o Noroeste espera manter a liderança isolada do Paulistão na Vila Belmiro. Apesar do discurso de pés no chão, o técnico Paulo Comelli não tem problemas de suspensão e garante que não jogará recuado. “Não me iludo com essa liderança. Temos de ter consciência que a competição é muito difícil. Por outro lado, não vejo porque mudar minha forma de jogar se está dando certo”, garante o treinador.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Peixe enfrenta o líder Noroeste de olho no clássico

Nilton Valentim
Do Diário do Grande ABC
Com Agências

08/02/2006 | 08:46


As vaias da torcida após a vexatória derrota para a Portuguesa Santista ainda estão na mente da equipe do Santos. Nesta quarta, às 20h30 (Sportv), na Vila Belmiro, o adversário será o líder Noroeste e a ordem é garantir a vitória a todo custo, sob pena de ver as chances de conquista do Campeonato Paulista se extinguirem. Além disso, será necessário adquirir ânimo para domingo, quando o time encara o Corinthians, no Morumbi. “São confrontos diretos e se tivermos resultados ruins, ficaremos muito distantes de equipes que estão na frente”, explica o técnico Vanderlei Luxemburgo.

O treinador teve de mexer bastante no time para o jogo contra o Noroeste. Ele não poderá contar com o atacante Jonas, contundido, e com o lateral-esquerdo Kléber, suspenso. Apesar de ter dito que ainda não havia definido os substitutos, ele escalou o novato Carlinhos na lateral-esquerda e depois o substituiu por Wendel durante o coletivo desta terça.

A vez, porém, deverá ser de Carlinhos. “Ainda não sei se começarei jogando, mas quero aproveitar essa oportunidade, se ela surgir”, disse o lateral. No ataque, uma boa surpresa: Reinaldo se entendeu bem com Geílson, que marcou três gols no primeiro tempo do coletivo e depois foi substituído por Galvão. Mesmo sem a definição, a dupla de atacantes deverá ser a que começou o treino. “Conversei com o Geílson antes do treinamento e disse para ele se movimentar bastante na área porque o time tem bons lançadores e ele receberá muita bola”, diz Reinaldo.

Noroeste – Com humildade, mas consciente de suas possibilidades, o Noroeste espera manter a liderança isolada do Paulistão na Vila Belmiro. Apesar do discurso de pés no chão, o técnico Paulo Comelli não tem problemas de suspensão e garante que não jogará recuado. “Não me iludo com essa liderança. Temos de ter consciência que a competição é muito difícil. Por outro lado, não vejo porque mudar minha forma de jogar se está dando certo”, garante o treinador.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;