Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 20 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

EUA não querem grande ampliação do Conselho de Segurança


Da AFP

02/02/2006 | 08:48


Os Estados Unidos se opõem a uma grande ampliação do Conselho de Segurança das Nações Unidas, mas aceita que o Japão se torne o único novo membro permanente dessa alta instância da ONU, informou a imprensa japonesa citando um alto funcionário americano.

"Ainda não encontramos um modelo que satisfaça nossa vontade de não realizar uma grande ampliação do Conselho, mas que responda aos desejos do Japão de obter um posto permanente", declarou o embaixador americano na ONU, John Bolton, ao jornal The Asahi Shimbun.

"Uma alternativa é que o Japão se junte ao Conselho de Segurança como membro permanente", acrescentou.

Recentemente, o Japão havia aceitado a proposta de Brasil, Índia e Alemanha para que os quatro países tentassem em conjunto se tornar membros permanentes do Conselho de Segurança. No entanto, o Japão desistiu desta opção devido à forte rejeição dos Estados Unidos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

EUA não querem grande ampliação do Conselho de Segurança

Da AFP

02/02/2006 | 08:48


Os Estados Unidos se opõem a uma grande ampliação do Conselho de Segurança das Nações Unidas, mas aceita que o Japão se torne o único novo membro permanente dessa alta instância da ONU, informou a imprensa japonesa citando um alto funcionário americano.

"Ainda não encontramos um modelo que satisfaça nossa vontade de não realizar uma grande ampliação do Conselho, mas que responda aos desejos do Japão de obter um posto permanente", declarou o embaixador americano na ONU, John Bolton, ao jornal The Asahi Shimbun.

"Uma alternativa é que o Japão se junte ao Conselho de Segurança como membro permanente", acrescentou.

Recentemente, o Japão havia aceitado a proposta de Brasil, Índia e Alemanha para que os quatro países tentassem em conjunto se tornar membros permanentes do Conselho de Segurança. No entanto, o Japão desistiu desta opção devido à forte rejeição dos Estados Unidos.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;