Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 12 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Filtro do Grande ABC reduz poluição em 88%


Leandro Cervantes
Do Diário do Grande ABC

23/04/2006 | 07:53


Cria da Incubadora de Empresas de São Bernardo, uma empresa do município desenvolveu um sistema de purificação de combustível capaz de enquadrar ônibus, caminhões e demais veículos movidos a óleo diesel nos mais rigorosos padrões de controle de emissão de poluentes, como a norma Euro 3 - desenvolvida com a assinatura do protocolo de Kyoto - além de ainda aumentar o desempenho e prolongar a vida útil dos motores.

A tecnologia, desenvolvida pela Purifilt (novo nome da empresa incubada Pentagrama) e já patenteada, filtra não apenas as impurezas sólidas do combustível como também separa líquidos adulterantes como água, álcool, cetona, éteres e solventes com eficiência. O diferencial é a utilização de um volume filtrante com fibras de celulose e tratamento eletrostático, mais eficiente que os filtros comuns, feitos basicamente de papel.

O modelo para a linha automotiva (há versões também para postos de abastecimento) consegue reter partículas sólidas de até 1 mícron (milhonésima parte do metro) enquanto que os filtros comuns barram impurezas de no máximo 15 mícrons. A norma Euro 3 exige retenção de partículas de 3 a 5 mícrons.

Testes realizados por laboratórios credenciados pelo Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Normatização e Qualidade Industrial) com o modelo para a linha automotiva apontaram uma redução de 88% na emissão de poluentes sólidos (fuligem), na comparação com filtros líderes de mercado e uma eficiência de 99,99% na separação de líquidos estranhos ao óleo combustível, contra 36% dos produtos atualmente disponíveis no mercado.

"Esses líquidos e resíduos sólidos são extremamente prejudiciais ao meio ambiente e aos próprios motores dos veículos, causando maior desgaste e perda de desempenho", explica o engenheiro químico e pesquisador, Alberto José Schmieliauskas, criador da nova tecnologia. "Atualmente, não existe no mercado nenhum filtro capaz de separar com eficiência misturas de óleo, água e outros líquidos, a não ser por meio de sistemas complexos ou demorados, como centrifugação e decantação", completa o sócio de Schmieliauskas na Purifilt, Jonas de Oliveira.

Economia - Para ganhar mercado, os empresários miram as transportadoras, frotas de transporte urbano e caminhoneiros autônomos como público alvo. "A alma do negócio dessas empresas e profissionais é a durabilidade do motor, que tem um custo de manutenção muito elevado, muitas vezes por conta de problemas com o combustível", diz Schmieliauskas. Segundo ele, a utilização do purificador proporciona uma economia de 30% na manutenção dos veículos.

Negócios - Atualmente, cerca de 20 empresas estão testando a inovação da Purifilt. Três já aderiram ao purificador eletrostático. Dos clientes que já aprovaram a eficácia do produto destaca-se o consórcio SBCTrans, responsável pelo transporte público do município. A empresa instalou os filtros em todas as bombas de sua base de abastecimento e em 15 veículos da frota.

Disponível apenas para motores movidos a óleo diesel, o purificador é oferecido em três modelos: veículos, postos de abastecimento e reservatórios agrícolas. Também é possível encomendar versões especiais, que são desenvolvidas de acordo com a necessidade do cliente. Para o futuro, a Purifilt prepara o lançamento de um modelo compacto para caminhonetes e diz ter planos de fabricar versões para outros combustíveis, como gasolina, biodiesel e álcool.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Filtro do Grande ABC reduz poluição em 88%

Leandro Cervantes
Do Diário do Grande ABC

23/04/2006 | 07:53


Cria da Incubadora de Empresas de São Bernardo, uma empresa do município desenvolveu um sistema de purificação de combustível capaz de enquadrar ônibus, caminhões e demais veículos movidos a óleo diesel nos mais rigorosos padrões de controle de emissão de poluentes, como a norma Euro 3 - desenvolvida com a assinatura do protocolo de Kyoto - além de ainda aumentar o desempenho e prolongar a vida útil dos motores.

A tecnologia, desenvolvida pela Purifilt (novo nome da empresa incubada Pentagrama) e já patenteada, filtra não apenas as impurezas sólidas do combustível como também separa líquidos adulterantes como água, álcool, cetona, éteres e solventes com eficiência. O diferencial é a utilização de um volume filtrante com fibras de celulose e tratamento eletrostático, mais eficiente que os filtros comuns, feitos basicamente de papel.

O modelo para a linha automotiva (há versões também para postos de abastecimento) consegue reter partículas sólidas de até 1 mícron (milhonésima parte do metro) enquanto que os filtros comuns barram impurezas de no máximo 15 mícrons. A norma Euro 3 exige retenção de partículas de 3 a 5 mícrons.

Testes realizados por laboratórios credenciados pelo Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Normatização e Qualidade Industrial) com o modelo para a linha automotiva apontaram uma redução de 88% na emissão de poluentes sólidos (fuligem), na comparação com filtros líderes de mercado e uma eficiência de 99,99% na separação de líquidos estranhos ao óleo combustível, contra 36% dos produtos atualmente disponíveis no mercado.

"Esses líquidos e resíduos sólidos são extremamente prejudiciais ao meio ambiente e aos próprios motores dos veículos, causando maior desgaste e perda de desempenho", explica o engenheiro químico e pesquisador, Alberto José Schmieliauskas, criador da nova tecnologia. "Atualmente, não existe no mercado nenhum filtro capaz de separar com eficiência misturas de óleo, água e outros líquidos, a não ser por meio de sistemas complexos ou demorados, como centrifugação e decantação", completa o sócio de Schmieliauskas na Purifilt, Jonas de Oliveira.

Economia - Para ganhar mercado, os empresários miram as transportadoras, frotas de transporte urbano e caminhoneiros autônomos como público alvo. "A alma do negócio dessas empresas e profissionais é a durabilidade do motor, que tem um custo de manutenção muito elevado, muitas vezes por conta de problemas com o combustível", diz Schmieliauskas. Segundo ele, a utilização do purificador proporciona uma economia de 30% na manutenção dos veículos.

Negócios - Atualmente, cerca de 20 empresas estão testando a inovação da Purifilt. Três já aderiram ao purificador eletrostático. Dos clientes que já aprovaram a eficácia do produto destaca-se o consórcio SBCTrans, responsável pelo transporte público do município. A empresa instalou os filtros em todas as bombas de sua base de abastecimento e em 15 veículos da frota.

Disponível apenas para motores movidos a óleo diesel, o purificador é oferecido em três modelos: veículos, postos de abastecimento e reservatórios agrícolas. Também é possível encomendar versões especiais, que são desenvolvidas de acordo com a necessidade do cliente. Para o futuro, a Purifilt prepara o lançamento de um modelo compacto para caminhonetes e diz ter planos de fabricar versões para outros combustíveis, como gasolina, biodiesel e álcool.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;