Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 10 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Casas Bahia inaugura Centro de Distribuição em S.Bernardo


Daniel Trielli
Do Diário do Grande ABC

28/04/2006 | 08:39


Com direito a visita do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a rede varejista Casas Bahia inaugura nesta sexta-feira, em São Bernardo, o seu novo Centro de Distribuição. O CD – localizado às margens da rodovia Anchieta – tem como propósito desafogar o armazém principal da rede varejista em Jundiaí, no interior paulista.

A localização da estrutura foi pensada de modo a aproveitar a facilidade de acesso oferecida pela Anchieta. A construção do centro foi capitaneada pela WTorre Engenharia, que também foi responsável pela compra do terreno, com área total de 270 mil m², em frente à fábrica da Volkswagen, no km 23. A área total construída é de 96 mil m², sendo 87 mil m² só de espaço de armazenamento.

Com investimento de cerca de R$ 10 milhões na aquisição do terreno, mais R$ 20 milhões em construção, o novo centro vai criar mil empregos diretos. O depósito será ponto de passagem para produtos com destino às lojas do Grande ABC, do litoral paulista e das zonas Leste e Sul da capital.

Logística – A estratégia da empresa é descentralizar a distribuição dos produtos para facilitar a entrega em prazo curto. Antes dessa reforma logística, todos os itens distribuídos para as 513 lojas da rede saiam de dois depósitos em cidades do interior de São Paulo: um em Ribeirão Preto e um armazém principal, localizado em Jundiaí. Com 300 mil m², é o segundo maior depósito das Américas, perde somente para o da Coca-Cola, nos Estados Unidos. Embora seja grande, o armazém jundiaiense está saturado, além de não ser apropriado para o plano de expansão da empresa. A Casas Bahia pretende avançar na região Sudeste e Sul e, de acordo com a rede, cada depósito construído abrange um raio de mil quilômetros.

Além do CD em São Bernardo, a Casas Bahia vai construir um em São José dos Pinhais, no Paraná, para abastecer a região Sul e um terceiro, que ficará em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro. No ano passado, a rede já havia inaugurado um centro em Betim, em Minas Gerais. A rede também contava com um armazém em Pavuna, no Rio de Janeiro, mas este foi desativado por não ter mais capacidade de comportar a movimentação necessária.

Filial – Também nesta sexta-feira será inaugurada mais uma loja das Casas Bahia no Grande ABC, em Mauá. A nova filial, na avenida Presidente Castelo Branco, 991, no Jardim Zaíra, terá uma equipe de 55 funcionários espalhados por dois pisos de compra, em uma área total de 1.880 m².

Incluindo esta, existem 23 lojas das Casas Bahia  nas  sete cidades, ante 265 no Estado. A loja de Mauá é um dos 100 novos pontos-de-venda que a rede pretende abrir em 2006 e, com isso, criar 10 mil novos empregos. Hoje, a rede tem mais de 56 mil funcionários distribuídos em oito estados: São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Goiás, Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul e Mato Grosso do Sul, além do Distrito Federal.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Casas Bahia inaugura Centro de Distribuição em S.Bernardo

Daniel Trielli
Do Diário do Grande ABC

28/04/2006 | 08:39


Com direito a visita do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a rede varejista Casas Bahia inaugura nesta sexta-feira, em São Bernardo, o seu novo Centro de Distribuição. O CD – localizado às margens da rodovia Anchieta – tem como propósito desafogar o armazém principal da rede varejista em Jundiaí, no interior paulista.

A localização da estrutura foi pensada de modo a aproveitar a facilidade de acesso oferecida pela Anchieta. A construção do centro foi capitaneada pela WTorre Engenharia, que também foi responsável pela compra do terreno, com área total de 270 mil m², em frente à fábrica da Volkswagen, no km 23. A área total construída é de 96 mil m², sendo 87 mil m² só de espaço de armazenamento.

Com investimento de cerca de R$ 10 milhões na aquisição do terreno, mais R$ 20 milhões em construção, o novo centro vai criar mil empregos diretos. O depósito será ponto de passagem para produtos com destino às lojas do Grande ABC, do litoral paulista e das zonas Leste e Sul da capital.

Logística – A estratégia da empresa é descentralizar a distribuição dos produtos para facilitar a entrega em prazo curto. Antes dessa reforma logística, todos os itens distribuídos para as 513 lojas da rede saiam de dois depósitos em cidades do interior de São Paulo: um em Ribeirão Preto e um armazém principal, localizado em Jundiaí. Com 300 mil m², é o segundo maior depósito das Américas, perde somente para o da Coca-Cola, nos Estados Unidos. Embora seja grande, o armazém jundiaiense está saturado, além de não ser apropriado para o plano de expansão da empresa. A Casas Bahia pretende avançar na região Sudeste e Sul e, de acordo com a rede, cada depósito construído abrange um raio de mil quilômetros.

Além do CD em São Bernardo, a Casas Bahia vai construir um em São José dos Pinhais, no Paraná, para abastecer a região Sul e um terceiro, que ficará em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro. No ano passado, a rede já havia inaugurado um centro em Betim, em Minas Gerais. A rede também contava com um armazém em Pavuna, no Rio de Janeiro, mas este foi desativado por não ter mais capacidade de comportar a movimentação necessária.

Filial – Também nesta sexta-feira será inaugurada mais uma loja das Casas Bahia no Grande ABC, em Mauá. A nova filial, na avenida Presidente Castelo Branco, 991, no Jardim Zaíra, terá uma equipe de 55 funcionários espalhados por dois pisos de compra, em uma área total de 1.880 m².

Incluindo esta, existem 23 lojas das Casas Bahia  nas  sete cidades, ante 265 no Estado. A loja de Mauá é um dos 100 novos pontos-de-venda que a rede pretende abrir em 2006 e, com isso, criar 10 mil novos empregos. Hoje, a rede tem mais de 56 mil funcionários distribuídos em oito estados: São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Goiás, Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul e Mato Grosso do Sul, além do Distrito Federal.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;