Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 2 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Guerrilha quer trocar refém por presos


Das Agências

25/02/2002 | 00:42


A guerrilha colombiana das Farc quer trocar a candidata presidencial Ingrid Betancourt e outros cinco legisladores que mantém em cativeiro por dezenas de rebeldes presos na Colômbia, revelou neste domingo uma fonte do governo que pediu anonimato.

Segundo a fonte, tal exigência faz parte de um documento enviado pelo líder da Farc Joaquín Gómez à sede da Polícia Nacional em Bogotá, e cuja autenticidade está sendo verificada.

"O documento exige que o Congresso e o governo aprovem, no prazo de um ano, uma lei de troca de prisioneiros", revelou a fonte.

Outra fonte governamental confirmou que o governo trabalha com a hipótese de que o sequestro de Betancourt faz parte de um plano da guerrilha para forçar a aprovação da lei de troca de prisioneiros.

Além de Betancourt, capturada no sábado quando seguia para a antiga zona desmilitarizada no sul do país, as Farc mantêm em cativeiro os congressistas liberais (oposição) Consuelo González, Orlando Beltrán, Luis Eladio Pérez e Eduardo Gechen, além do conservador (governo) Oscar Lizcano.

Gechen foi sequestrado na quarta-feira passada, quando viajava em um avião comercial com outras 33 pessoas a bordo, o que levou o governo Pastrana a romper as negociações de paz com as Farc.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Guerrilha quer trocar refém por presos

Das Agências

25/02/2002 | 00:42


A guerrilha colombiana das Farc quer trocar a candidata presidencial Ingrid Betancourt e outros cinco legisladores que mantém em cativeiro por dezenas de rebeldes presos na Colômbia, revelou neste domingo uma fonte do governo que pediu anonimato.

Segundo a fonte, tal exigência faz parte de um documento enviado pelo líder da Farc Joaquín Gómez à sede da Polícia Nacional em Bogotá, e cuja autenticidade está sendo verificada.

"O documento exige que o Congresso e o governo aprovem, no prazo de um ano, uma lei de troca de prisioneiros", revelou a fonte.

Outra fonte governamental confirmou que o governo trabalha com a hipótese de que o sequestro de Betancourt faz parte de um plano da guerrilha para forçar a aprovação da lei de troca de prisioneiros.

Além de Betancourt, capturada no sábado quando seguia para a antiga zona desmilitarizada no sul do país, as Farc mantêm em cativeiro os congressistas liberais (oposição) Consuelo González, Orlando Beltrán, Luis Eladio Pérez e Eduardo Gechen, além do conservador (governo) Oscar Lizcano.

Gechen foi sequestrado na quarta-feira passada, quando viajava em um avião comercial com outras 33 pessoas a bordo, o que levou o governo Pastrana a romper as negociações de paz com as Farc.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;