Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 20 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

A Copa do Mundo nos órgãos públicos


Raphael Rocha

25/05/2018 | 07:00


Os órgãos públicos do Grande ABC começaram a publicar decretos estabelecendo horários de expediente durante jogos do Brasil na Copa do Mundo da Rússia, que começa no próximo mês. A Seleção Brasileira terá pelo menos três jogos – todos na primeira fase: a estreia no dia 17, um domingo, quando já não tem expediente. Mas a segunda e a terceira partidas ocorrerão durante a semana: dia 22 (uma sexta-feira) e dia 27 (uma quarta-feira). Nessas datas os trabalhos serão mais curtos. Ainda há expectativa de mais folga à medida em que os comandados de Tite avancem no Mundial: se o Brasil ficar como líder de sua chave, volta a campo no dia 2 de julho, uma segunda; caso haja novo triunfo, retorna aos gramados no dia 6, uma sexta. Eventual jogo de semifinal será no dia 10, uma terça-feira. A decisão será no dia 15, um domingo.

Desdobramentos
A crise no PT de São Bernardo tende a aumentar. O Diário mostrou ontem que a redistribuição de apoios tem gerado atritos entre os deputados Ana do Carmo, Luiz Fernando Teixeira e Teonilio Barba. A briga deve gerar desdobramentos. Um deles é a possibilidade de essas lideranças abrirem portas a candidatos de fora das cidades para pedir votos em São Bernardo. Candidata a deputada federal, Ana do Carmo poderia ter uma dobrada com Enio Tatto, atual deputado estadual. Já o grupo de Luiz Fernando apoiaria também Paulo Teixeira, irmão do deputado estadual e parlamentar federal.

Rei morto, rei posto – 1
Aumentam as especulações nos bastidores políticos de Mauá à medida em que o prefeito afastado Atila Jacomussi (PSB) permanece preso na sede da PF (Polícia Federal), em São Paulo. A discussão da vez é sobre quem seria o presidente da Câmara em um eventual governo de Alaíde Damo (MDB), vice-prefeita e que está à frente do Executivo interinamente.

Rei morto, rei posto – 2
A classe política de Mauá considera que o vereador Chiquinho do Zaíra (Avante), hoje oposição ao governo de Atila Jacomussi (PSB), ganharia força para presidir o Legislativo caso haja, definitivamente, uma gestão de Alaíde Damo (MDB). Chiquinho foi homem forte no governo de Leonel Damo, marido de Alaíde, e foi candidato de Leonel na eleição de 2008.

A lista de Gaspar
Ainda em Mauá, a informação que a PF (Polícia Federal) apreendeu manuscritos e documentos na casa do ex-secretário de Governo João Gaspar (PCdoB), revelada pelo Diário, causou preocupação até mesmo entre vereadores de outras cidades. Isso porque Gaspar estava responsável pela construção da base de apoio da futura candidatura a deputado estadual de Admir Jacomussi (PRP), pai de Atila Jacomussi (PSB) e presidente da Câmara. As costuras eleitorais envolviam nomes de Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra. A PF não confirmou o teor das anotações encontradas na casa de Gaspar.

Primeira fila
Foi bastante concorrida a cerimônia na qual Thiago Auricchio (PR), filho do prefeito de São Caetano, José Auricchio Júnior (PSDB), recebeu a carteira da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil). Além dos pais, Thiago recebeu cumprimentos de vereadores, entre eles o presidente da Câmara, Pio Mielo (MDB), e de Caio Funaki (Patriota). Vale lembrar que Thiago é pré-candidato a deputado estadual.

Agradecimentos
O vereador Ubiratan Figueiredo (PR), de São Caetano, propôs votos de congratulações ao Diário pela passagem de seus 60 anos, no dia 11. “O Grande ABC cresceu e o jornal Diário do Grande ABC contribuiu para chegarmos nesse patamar de grandeza”, escreveu o parlamentar. O requerimento foi aprovado pelos demais vereadores são-caetanenses. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

A Copa do Mundo nos órgãos públicos

Raphael Rocha

25/05/2018 | 07:00


Os órgãos públicos do Grande ABC começaram a publicar decretos estabelecendo horários de expediente durante jogos do Brasil na Copa do Mundo da Rússia, que começa no próximo mês. A Seleção Brasileira terá pelo menos três jogos – todos na primeira fase: a estreia no dia 17, um domingo, quando já não tem expediente. Mas a segunda e a terceira partidas ocorrerão durante a semana: dia 22 (uma sexta-feira) e dia 27 (uma quarta-feira). Nessas datas os trabalhos serão mais curtos. Ainda há expectativa de mais folga à medida em que os comandados de Tite avancem no Mundial: se o Brasil ficar como líder de sua chave, volta a campo no dia 2 de julho, uma segunda; caso haja novo triunfo, retorna aos gramados no dia 6, uma sexta. Eventual jogo de semifinal será no dia 10, uma terça-feira. A decisão será no dia 15, um domingo.

Desdobramentos
A crise no PT de São Bernardo tende a aumentar. O Diário mostrou ontem que a redistribuição de apoios tem gerado atritos entre os deputados Ana do Carmo, Luiz Fernando Teixeira e Teonilio Barba. A briga deve gerar desdobramentos. Um deles é a possibilidade de essas lideranças abrirem portas a candidatos de fora das cidades para pedir votos em São Bernardo. Candidata a deputada federal, Ana do Carmo poderia ter uma dobrada com Enio Tatto, atual deputado estadual. Já o grupo de Luiz Fernando apoiaria também Paulo Teixeira, irmão do deputado estadual e parlamentar federal.

Rei morto, rei posto – 1
Aumentam as especulações nos bastidores políticos de Mauá à medida em que o prefeito afastado Atila Jacomussi (PSB) permanece preso na sede da PF (Polícia Federal), em São Paulo. A discussão da vez é sobre quem seria o presidente da Câmara em um eventual governo de Alaíde Damo (MDB), vice-prefeita e que está à frente do Executivo interinamente.

Rei morto, rei posto – 2
A classe política de Mauá considera que o vereador Chiquinho do Zaíra (Avante), hoje oposição ao governo de Atila Jacomussi (PSB), ganharia força para presidir o Legislativo caso haja, definitivamente, uma gestão de Alaíde Damo (MDB). Chiquinho foi homem forte no governo de Leonel Damo, marido de Alaíde, e foi candidato de Leonel na eleição de 2008.

A lista de Gaspar
Ainda em Mauá, a informação que a PF (Polícia Federal) apreendeu manuscritos e documentos na casa do ex-secretário de Governo João Gaspar (PCdoB), revelada pelo Diário, causou preocupação até mesmo entre vereadores de outras cidades. Isso porque Gaspar estava responsável pela construção da base de apoio da futura candidatura a deputado estadual de Admir Jacomussi (PRP), pai de Atila Jacomussi (PSB) e presidente da Câmara. As costuras eleitorais envolviam nomes de Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra. A PF não confirmou o teor das anotações encontradas na casa de Gaspar.

Primeira fila
Foi bastante concorrida a cerimônia na qual Thiago Auricchio (PR), filho do prefeito de São Caetano, José Auricchio Júnior (PSDB), recebeu a carteira da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil). Além dos pais, Thiago recebeu cumprimentos de vereadores, entre eles o presidente da Câmara, Pio Mielo (MDB), e de Caio Funaki (Patriota). Vale lembrar que Thiago é pré-candidato a deputado estadual.

Agradecimentos
O vereador Ubiratan Figueiredo (PR), de São Caetano, propôs votos de congratulações ao Diário pela passagem de seus 60 anos, no dia 11. “O Grande ABC cresceu e o jornal Diário do Grande ABC contribuiu para chegarmos nesse patamar de grandeza”, escreveu o parlamentar. O requerimento foi aprovado pelos demais vereadores são-caetanenses. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;