Fechar
Publicidade

Sábado, 14 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Atriz vive portadora de TOC em Prova de Amor


Ariana Baffa
Da TV Press

13/04/2006 | 11:14


Fernanda Nobre fica séria quando fala de sua personagem Janice, de Prova de Amor, sua segunda novela na Record. Portadora de TOC (Transtorno Obssessivo Compulsivo), a personagem fez com que a atriz estudasse a fundo a doença, todos os seus sintomas e diagnósticos. Ajudada pela mãe, que é psicóloga, Fernanda realizou um trabalho intenso de composição. "É um momento de amadurecimento muito grande para a minha carreira", diz.

A doença de Janice se agravou depois do seqüestro da sobrinha Nininha, vivida por Júlia Maggessi. A personagem apresenta uma obsessiva mania de limpeza e lava as mãos o tempo todo. Tudo por se sentir culpada por amar o cunhado e, ainda por cima, achar que foi responsável pelo sumiço da sobrinha. "É um misto de ódio e amor em relação a essa criança, que ela desejava que fosse dela", afirma a atriz. Feliz com a oportunidade, Fernanda só fica meio cismada quando lembra que a Bia, de Malhação, que ela interpretou durante três anos, também tinha uma relação para lá de complicada com seu próprio bebê. "Será que quando eu tiver um filho isso vai ser assim? Tomara que não", brinca.

Perfil
Nome: Fernanda Nobre Trancoso.
Nascimento: Em 31 de agosto de 1983, no Rio.
Primeiro trabalho na TV: Despedida de Solteiro, em 1992, em que interpretou Bibi.
Momento marcante: "Todos. Minha carreira tem sido uma escada. A cada papel é um degrau que eu subo".
Atuação inesquecível: A Bia, de Malhação.
Um ator: Selton Mello.
Uma atriz: Glória Pires. "Estou fascinada pela atuação dela em Belíssima".
Com quem gostaria de contracenar: "É tanta gente, mas posso citar Selton Mello e Marco Nanini".
Personagem dos sonhos: "Um que eu me envolvesse tanto, que ele se tornaria real".
Gosta de assistir na TV: "Gosto muito da programação do GNT, especialmente The Oprah Winfrey Show".
Nunca assistiria na TV: "Sessão da Tarde".
Gostaria que fosse reprisado: "A minha fase em Malhação".
O que falta na TV: Profundidade.
Uma mania: Tomar leite com achocolatado quando acorda.
Maior mico: "Eu sou a rainha das gafes, então não dá pra enumerar uma só. Mico é todo dia".
Qualidade: Sinceridade.
Defeito: "Sou muito crítica comigo".
Projeto: "Fazer teatro".



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Atriz vive portadora de TOC em Prova de Amor

Ariana Baffa
Da TV Press

13/04/2006 | 11:14


Fernanda Nobre fica séria quando fala de sua personagem Janice, de Prova de Amor, sua segunda novela na Record. Portadora de TOC (Transtorno Obssessivo Compulsivo), a personagem fez com que a atriz estudasse a fundo a doença, todos os seus sintomas e diagnósticos. Ajudada pela mãe, que é psicóloga, Fernanda realizou um trabalho intenso de composição. "É um momento de amadurecimento muito grande para a minha carreira", diz.

A doença de Janice se agravou depois do seqüestro da sobrinha Nininha, vivida por Júlia Maggessi. A personagem apresenta uma obsessiva mania de limpeza e lava as mãos o tempo todo. Tudo por se sentir culpada por amar o cunhado e, ainda por cima, achar que foi responsável pelo sumiço da sobrinha. "É um misto de ódio e amor em relação a essa criança, que ela desejava que fosse dela", afirma a atriz. Feliz com a oportunidade, Fernanda só fica meio cismada quando lembra que a Bia, de Malhação, que ela interpretou durante três anos, também tinha uma relação para lá de complicada com seu próprio bebê. "Será que quando eu tiver um filho isso vai ser assim? Tomara que não", brinca.

Perfil
Nome: Fernanda Nobre Trancoso.
Nascimento: Em 31 de agosto de 1983, no Rio.
Primeiro trabalho na TV: Despedida de Solteiro, em 1992, em que interpretou Bibi.
Momento marcante: "Todos. Minha carreira tem sido uma escada. A cada papel é um degrau que eu subo".
Atuação inesquecível: A Bia, de Malhação.
Um ator: Selton Mello.
Uma atriz: Glória Pires. "Estou fascinada pela atuação dela em Belíssima".
Com quem gostaria de contracenar: "É tanta gente, mas posso citar Selton Mello e Marco Nanini".
Personagem dos sonhos: "Um que eu me envolvesse tanto, que ele se tornaria real".
Gosta de assistir na TV: "Gosto muito da programação do GNT, especialmente The Oprah Winfrey Show".
Nunca assistiria na TV: "Sessão da Tarde".
Gostaria que fosse reprisado: "A minha fase em Malhação".
O que falta na TV: Profundidade.
Uma mania: Tomar leite com achocolatado quando acorda.
Maior mico: "Eu sou a rainha das gafes, então não dá pra enumerar uma só. Mico é todo dia".
Qualidade: Sinceridade.
Defeito: "Sou muito crítica comigo".
Projeto: "Fazer teatro".

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;