Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 24 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Caçambeiros protestam no Viaduto do Chá, no centro de São Paulo



17/04/2017 | 07:22


Mais de cem caminhões caçamba interrompiam, por volta das 7h desta segunda-feira, 17, o trânsito nos dois sentidos do Viaduto do Chá, em frente à Prefeitura de São Paulo, no centro da capital. O protesto começou em torno das 3 horas da manhã. Os caçambeiros reivindicam mais locais para o descarte de entulhos da construção civil na cidade, segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET).

Outros veículos de carga permaneciam estacionados na Rua Libero Badaró e vias próximas ao viaduto. A SPtrans informou que 13 linhas de ônibus que passam pela região estão sendo desviadas.

O Sindicato das Empresas Removedoras de Entulho do Estado de São Paulo (Sieresp) alerta para a situação crítica de acúmulo de materiais na cidade. A entidade alega que as garagens das empresas estão superlotadas, já que os trabalhadores precisam usar os espaços para separar o entulho antes de destiná-lo aos aterros já existentes.

A categoria pede que, de forma emergencial, a gestão do prefeito João Doria (PSDB) autorize o recebimento de materiais misturados - como carpetes, pisos e forros - nos aterros públicos. Os motoristas não pretendem encerrar a manifestação antes de serem recebidos pelo prefeito.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Caçambeiros protestam no Viaduto do Chá, no centro de São Paulo


17/04/2017 | 07:22


Mais de cem caminhões caçamba interrompiam, por volta das 7h desta segunda-feira, 17, o trânsito nos dois sentidos do Viaduto do Chá, em frente à Prefeitura de São Paulo, no centro da capital. O protesto começou em torno das 3 horas da manhã. Os caçambeiros reivindicam mais locais para o descarte de entulhos da construção civil na cidade, segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET).

Outros veículos de carga permaneciam estacionados na Rua Libero Badaró e vias próximas ao viaduto. A SPtrans informou que 13 linhas de ônibus que passam pela região estão sendo desviadas.

O Sindicato das Empresas Removedoras de Entulho do Estado de São Paulo (Sieresp) alerta para a situação crítica de acúmulo de materiais na cidade. A entidade alega que as garagens das empresas estão superlotadas, já que os trabalhadores precisam usar os espaços para separar o entulho antes de destiná-lo aos aterros já existentes.

A categoria pede que, de forma emergencial, a gestão do prefeito João Doria (PSDB) autorize o recebimento de materiais misturados - como carpetes, pisos e forros - nos aterros públicos. Os motoristas não pretendem encerrar a manifestação antes de serem recebidos pelo prefeito.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;