Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 13 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Boato de cortes agita ‘rádio peão’ na Volks


William Glauber
Do Diário do Grande ABC

29/04/2006 | 08:43


A passagem do presidente Luiz Inácio Lula da Silva sexta-feira pelas instalações da fábrica da Volkswagen, em São Bernardo, causou frisson entre os trabalhadores da montadora alemã. Acostumado a desembarcar no heliporto da Rolls-Royce, o presidente desceu na Volks para participar da inauguração do Centro de Distribuição das Casas Bahia. Para o pânico coletivo, a Rádio Peão vazou suposta informação de que Lula se encontraria com o presidente da montadora para discutir entre 700 e 2 mil demissões, programadas para terça-feira.

As assessorias da montadora e da Presidência da República negaram o encontro. A Volkswagen informa que desconhece o ‘boato’ até porque há acordo de estabilidade de empregos em vigência, recusando-se a comentar o assunto. Mesmo assim a história se alastrou rapidamente entre os mais de 12,4 mil empregados da empresa. Por trás de tanto temor se esconde justamente o acordo, que se encerra em novembro próximo.

Com a presença de Lula em São Bernardo, os membros da comissão de fábrica participaram do evento nas Casas Bahia, e parte dos trabalhadores ligados ao sindicato se ausentou da fábrica. Com isso, espalhou-se entre os empregados a informação de que a comissão participava do suposto encontro.

Dirigentes do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC negaram qualquer reunião sexta-feira com a direção da Volks, mas confirmaram a força do disse-que-disse. “Está uma loucura. O boato está muito forte”, relatou o sindicalista Francisco Duarte de Lima, o Alemão, que, até o momento, não tomou conhecimento de nenhum plano de demissão na empresa.

Alemão frisou que toda a história, que atordoou sexta-feira os trabalhadores da Volkswagen, não passou de boataria. “Foi tudo boato. E todos ficaram preocupados e queriam saber o que tinha por detrás disso”, afirmou. A única informação confirmada por Alemão é uma reunião entre a direção da empresa e o sindicato às 8h de quarta-feira.

Oficial – O boato de que o presidente Lula teria ido conversar com a direção da Volks foi negado por todos os integrantes da comitiva que poderiam responder com segurança sobre o tema. Mas cada um deles deu uma resposta diferente.

O assessor do presidente, Gilberto Carvalho, afirmou que quem negocia esse tipo de assunto é o ministro do Trabalho, Luiz Marinho, que, questionado sobre eventual participação de Lula na conversa com a Volks, atribuiu a tarefa exclusivamente ao presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, José Lopez Feijóo. O porta-voz da Presidência, André Singer, disse que não sabia de qualquer reunião. (Colaborou Roney Domingos)



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Boato de cortes agita ‘rádio peão’ na Volks

William Glauber
Do Diário do Grande ABC

29/04/2006 | 08:43


A passagem do presidente Luiz Inácio Lula da Silva sexta-feira pelas instalações da fábrica da Volkswagen, em São Bernardo, causou frisson entre os trabalhadores da montadora alemã. Acostumado a desembarcar no heliporto da Rolls-Royce, o presidente desceu na Volks para participar da inauguração do Centro de Distribuição das Casas Bahia. Para o pânico coletivo, a Rádio Peão vazou suposta informação de que Lula se encontraria com o presidente da montadora para discutir entre 700 e 2 mil demissões, programadas para terça-feira.

As assessorias da montadora e da Presidência da República negaram o encontro. A Volkswagen informa que desconhece o ‘boato’ até porque há acordo de estabilidade de empregos em vigência, recusando-se a comentar o assunto. Mesmo assim a história se alastrou rapidamente entre os mais de 12,4 mil empregados da empresa. Por trás de tanto temor se esconde justamente o acordo, que se encerra em novembro próximo.

Com a presença de Lula em São Bernardo, os membros da comissão de fábrica participaram do evento nas Casas Bahia, e parte dos trabalhadores ligados ao sindicato se ausentou da fábrica. Com isso, espalhou-se entre os empregados a informação de que a comissão participava do suposto encontro.

Dirigentes do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC negaram qualquer reunião sexta-feira com a direção da Volks, mas confirmaram a força do disse-que-disse. “Está uma loucura. O boato está muito forte”, relatou o sindicalista Francisco Duarte de Lima, o Alemão, que, até o momento, não tomou conhecimento de nenhum plano de demissão na empresa.

Alemão frisou que toda a história, que atordoou sexta-feira os trabalhadores da Volkswagen, não passou de boataria. “Foi tudo boato. E todos ficaram preocupados e queriam saber o que tinha por detrás disso”, afirmou. A única informação confirmada por Alemão é uma reunião entre a direção da empresa e o sindicato às 8h de quarta-feira.

Oficial – O boato de que o presidente Lula teria ido conversar com a direção da Volks foi negado por todos os integrantes da comitiva que poderiam responder com segurança sobre o tema. Mas cada um deles deu uma resposta diferente.

O assessor do presidente, Gilberto Carvalho, afirmou que quem negocia esse tipo de assunto é o ministro do Trabalho, Luiz Marinho, que, questionado sobre eventual participação de Lula na conversa com a Volks, atribuiu a tarefa exclusivamente ao presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, José Lopez Feijóo. O porta-voz da Presidência, André Singer, disse que não sabia de qualquer reunião. (Colaborou Roney Domingos)

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;