Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 12 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Chávez fala em conspirações dos EUA contra Cuba e Venezuela


Da AFP

15/09/2006 | 15:43


O presidente venezuelano, Hugo Chávez, falou nesta sexta-feira em Havana sobre novas conspirações dos Estados Unidos contra Cuba e Venezuela num discurso 'anti-imperialista' na XIV Cúpula do Movimento dos Países Não-Alinhados (NOAL).

"O imperialismo norte-americano continua elaborando planos e lançando conspirações contra os governos de Cuba e Venezuela e tenho a impressão de que contra outros governos também, satanizando qualquer tentativa de justiça e reivindicação de nossos valores", disse Chávez.

O presidente venezuelano, que representou os chefes de Estado da América Latina e do Caribe na Cúpula, falou depois de seu colega iraniano, Mahmud Ahmadinejad, que pronunciou um discurso em nome dos asiáticos.

"Cuba foi capaz de construir seu modelo. No entanto, muitos diziam que Cuba cairia, que não duraria um segundo depois da queda da União Soviética e estamos aqui", afirmou, destacando avanços na educação e o apoio dado ao país pela Venezuela.

Chavez proclamou que, depois da crise dos anos 80 e 90, surge uma ‘nova etapa’ do NOAL a partir da XIV Cúpula em Havana e pediu a união dos governos e dos povos para lutar por uma ordem internacional justa.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Chávez fala em conspirações dos EUA contra Cuba e Venezuela

Da AFP

15/09/2006 | 15:43


O presidente venezuelano, Hugo Chávez, falou nesta sexta-feira em Havana sobre novas conspirações dos Estados Unidos contra Cuba e Venezuela num discurso 'anti-imperialista' na XIV Cúpula do Movimento dos Países Não-Alinhados (NOAL).

"O imperialismo norte-americano continua elaborando planos e lançando conspirações contra os governos de Cuba e Venezuela e tenho a impressão de que contra outros governos também, satanizando qualquer tentativa de justiça e reivindicação de nossos valores", disse Chávez.

O presidente venezuelano, que representou os chefes de Estado da América Latina e do Caribe na Cúpula, falou depois de seu colega iraniano, Mahmud Ahmadinejad, que pronunciou um discurso em nome dos asiáticos.

"Cuba foi capaz de construir seu modelo. No entanto, muitos diziam que Cuba cairia, que não duraria um segundo depois da queda da União Soviética e estamos aqui", afirmou, destacando avanços na educação e o apoio dado ao país pela Venezuela.

Chavez proclamou que, depois da crise dos anos 80 e 90, surge uma ‘nova etapa’ do NOAL a partir da XIV Cúpula em Havana e pediu a união dos governos e dos povos para lutar por uma ordem internacional justa.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;