Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 22 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Demanda mundial de aço vai crescer 2% este ano, diz a OCDE


Do Diário do Grande ABC

20/04/2000 | 10:58


A demanda mundial de aço está se recuperando e provavelmente crescerá 2,1% neste ano, nos grandes países industrializados, assim como 20% nos antigos países comunistas europeus, anunciou nesta quinta-feira a Organizaçao para a Cooperaçao e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

"Como resultado desta orientaçao favorável, os conflitos comerciais, que alcançaram o auge até o final de 1998 e início de 1999, deverao começar a se suavizar", previu o comitê para o aço da Organizaçao, através de comunicado.

O preço do aço deverá subir, diante do incremento da demanda, o que "levará a uma recuperaçao das empresas siderúrgicas, após um ano difícil como 1999", explicou o comitê.

O consumo de aço nos 19 países da OCDE caiu uma média de 1,7% em 1999, mas presumivelmente crescerá 2,1% este ano e pode igualar o recorde de 1997, segundo a organizaçao.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Demanda mundial de aço vai crescer 2% este ano, diz a OCDE

Do Diário do Grande ABC

20/04/2000 | 10:58


A demanda mundial de aço está se recuperando e provavelmente crescerá 2,1% neste ano, nos grandes países industrializados, assim como 20% nos antigos países comunistas europeus, anunciou nesta quinta-feira a Organizaçao para a Cooperaçao e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

"Como resultado desta orientaçao favorável, os conflitos comerciais, que alcançaram o auge até o final de 1998 e início de 1999, deverao começar a se suavizar", previu o comitê para o aço da Organizaçao, através de comunicado.

O preço do aço deverá subir, diante do incremento da demanda, o que "levará a uma recuperaçao das empresas siderúrgicas, após um ano difícil como 1999", explicou o comitê.

O consumo de aço nos 19 países da OCDE caiu uma média de 1,7% em 1999, mas presumivelmente crescerá 2,1% este ano e pode igualar o recorde de 1997, segundo a organizaçao.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;