Fechar
Publicidade

Sábado, 7 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Mulher tem o útero retidado por engano no ES


Do Diário OnLine
Com Agências

15/04/2006 | 13:37


Uma mulher de Santa Maria do Jeribá, região serrada do Espírito Santo, teve seu útero retirado por engano durante uma cirurgia. Maria Helena Zibel se submeteria a uma operação do aparelho digestivo, mas um erro médico fez com que a paciente tivesse um órgão sadio retirado.

Lourival Berger, médico responsável pela cirurgia, afirma que a desorganização do hospital o induziu ao erro. Segundo Berger,  todas as cirurgias são anotadas em um quadro e o nome da paciente Maria Helena estava indicado como retirada de útero. A paciente tem um filho de 7 anos e pretendia ficar grávida novamente.

O problema no aparelho digestivo de Maria Helena foi diagnosticado pelo próprio dr. Berger, semanas antes da cirurgia. Segundo o hospital Santa Maria de Jetibá, a enfermeira que preencheu o prontuário da paciente foi suspensa e um processo administrativo foi aberto para apurar as causas do erro.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Mulher tem o útero retidado por engano no ES

Do Diário OnLine
Com Agências

15/04/2006 | 13:37


Uma mulher de Santa Maria do Jeribá, região serrada do Espírito Santo, teve seu útero retirado por engano durante uma cirurgia. Maria Helena Zibel se submeteria a uma operação do aparelho digestivo, mas um erro médico fez com que a paciente tivesse um órgão sadio retirado.

Lourival Berger, médico responsável pela cirurgia, afirma que a desorganização do hospital o induziu ao erro. Segundo Berger,  todas as cirurgias são anotadas em um quadro e o nome da paciente Maria Helena estava indicado como retirada de útero. A paciente tem um filho de 7 anos e pretendia ficar grávida novamente.

O problema no aparelho digestivo de Maria Helena foi diagnosticado pelo próprio dr. Berger, semanas antes da cirurgia. Segundo o hospital Santa Maria de Jetibá, a enfermeira que preencheu o prontuário da paciente foi suspensa e um processo administrativo foi aberto para apurar as causas do erro.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;