Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 27 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Roberto Freire quer Alex
candidato em S.Bernardo


Beto Silva
Do Diário do Grande ABC

19/04/2011 | 07:14


O presidente nacional do PPS, deputado federal Roberto Freire, quer o deputado estadual Alex Manente como candidato ao Paço em 2012. O mandatário esteve reunido ontem com o parlamentar paulista na Assembleia.

Para Freire, o crescimento do partido passa pelo lançamento de candidaturas próprias no Grande ABC. "Nosso projeto é ter candidatos em todas as regiões onde entendemos que o PPS tem grande inserção, caso de São Bernardo", frisou.

Segundo o comandante da sigla, em maio haverá encontro em Brasília com os virtuais candidatos a prefeito. "Além do deputado Alex Manente, que indicaremos em São Bernardo, também convidamos Soninha Francine (São Paulo) e outros representantes. Aumentar o número de candidatura própria é prioridade", adiantou Freire. "Tive uma boa votação (68.127 votos só na cidade em 2010, para a reeleição). Mas temos de ter paciência e tranquilidade para definir o que é melhor no futuro", ponderou Alex.

A declaração do presidente do PPS ocorre num momento de transição da política local. Com a morte do pai do deputado estadual, vereador Otávio Manente, no dia 6, o panorama eleitoral muda. O nome de Alex, que estava praticamente fora da disputa, volta a ser cogitado para ser candidato no seu grupo e, agora, ganha musculatura com a declaração de Freire.

 

DIVERGÊNCIAS

A disposição do PPS nacional é colocada na ocasião em que Alex Manente e o prefeito Luiz Marinho (PT) passam por divergências. O petista rebateu ontem as críticas do deputado, que afirmou, em entrevista ao Diário, que a administração municipal é pragmática e que a força popular-socialista, hoje independente, inclina para a oposição, encabeçada pelo PSDB.

Ao falar sobre a aproximação do parlamentar com o tucanato, Marinho ressaltou que "Alex é famoso em mandar recado pela imprensa". "Mas depois, (pessoalmente) ele conversa de outra forma." Alex, desta vez, evitou a bola dividida. "Não sei do que ele está falando."

Depois da declaração, o chefe do Executivo minimizou. "Não sei o que ele disse, não vi a entrevista (publicada na edição de ontem). Eu não costumo responder posicionamentos feitos à imprensa, prefiro conversar com ele", ressaltou.

Marinho, entretanto, foi evasivo quando indagado sobre a crítica de que o governo petista é pragmático, termo usado na política que caracteriza a realização de ações por interesse próprio. "Não sei se isso é uma crítica. Então, nada a declarar", despistou Marinho, evitando polemizar.

Alex Manente é um dos quadros mais cobiçados para a eleição do ano que vem. Pode fazer a diferença a favor da reeleição do petista quanto para tirá-lo do Paço, caso concretize a coligação com o PSDB.

O popular-socialista concorreu à Prefeitura em 2008 como alternativa às candidaturas petista e tucana. Ficou em terceiro lugar e no segundo turno pendeu para a chapa de Marinho. Foi parceiro do governo até o ano passado. Agora, se diz independente. O chefe do Executivo mantém os aliados de Alex na administração para não expor publicamente as atuais colisões.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Roberto Freire quer Alex
candidato em S.Bernardo

Beto Silva
Do Diário do Grande ABC

19/04/2011 | 07:14


O presidente nacional do PPS, deputado federal Roberto Freire, quer o deputado estadual Alex Manente como candidato ao Paço em 2012. O mandatário esteve reunido ontem com o parlamentar paulista na Assembleia.

Para Freire, o crescimento do partido passa pelo lançamento de candidaturas próprias no Grande ABC. "Nosso projeto é ter candidatos em todas as regiões onde entendemos que o PPS tem grande inserção, caso de São Bernardo", frisou.

Segundo o comandante da sigla, em maio haverá encontro em Brasília com os virtuais candidatos a prefeito. "Além do deputado Alex Manente, que indicaremos em São Bernardo, também convidamos Soninha Francine (São Paulo) e outros representantes. Aumentar o número de candidatura própria é prioridade", adiantou Freire. "Tive uma boa votação (68.127 votos só na cidade em 2010, para a reeleição). Mas temos de ter paciência e tranquilidade para definir o que é melhor no futuro", ponderou Alex.

A declaração do presidente do PPS ocorre num momento de transição da política local. Com a morte do pai do deputado estadual, vereador Otávio Manente, no dia 6, o panorama eleitoral muda. O nome de Alex, que estava praticamente fora da disputa, volta a ser cogitado para ser candidato no seu grupo e, agora, ganha musculatura com a declaração de Freire.

 

DIVERGÊNCIAS

A disposição do PPS nacional é colocada na ocasião em que Alex Manente e o prefeito Luiz Marinho (PT) passam por divergências. O petista rebateu ontem as críticas do deputado, que afirmou, em entrevista ao Diário, que a administração municipal é pragmática e que a força popular-socialista, hoje independente, inclina para a oposição, encabeçada pelo PSDB.

Ao falar sobre a aproximação do parlamentar com o tucanato, Marinho ressaltou que "Alex é famoso em mandar recado pela imprensa". "Mas depois, (pessoalmente) ele conversa de outra forma." Alex, desta vez, evitou a bola dividida. "Não sei do que ele está falando."

Depois da declaração, o chefe do Executivo minimizou. "Não sei o que ele disse, não vi a entrevista (publicada na edição de ontem). Eu não costumo responder posicionamentos feitos à imprensa, prefiro conversar com ele", ressaltou.

Marinho, entretanto, foi evasivo quando indagado sobre a crítica de que o governo petista é pragmático, termo usado na política que caracteriza a realização de ações por interesse próprio. "Não sei se isso é uma crítica. Então, nada a declarar", despistou Marinho, evitando polemizar.

Alex Manente é um dos quadros mais cobiçados para a eleição do ano que vem. Pode fazer a diferença a favor da reeleição do petista quanto para tirá-lo do Paço, caso concretize a coligação com o PSDB.

O popular-socialista concorreu à Prefeitura em 2008 como alternativa às candidaturas petista e tucana. Ficou em terceiro lugar e no segundo turno pendeu para a chapa de Marinho. Foi parceiro do governo até o ano passado. Agora, se diz independente. O chefe do Executivo mantém os aliados de Alex na administração para não expor publicamente as atuais colisões.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;