Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 6 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Buraco no Jardim Ipê põe em risco motoristas, crianças e imóveis


Angela Martins
Especial para o Diário

20/04/2006 | 08:03


Os moradores do Jardim Ipê, em São Bernardo, não conseguem viver sossegados. Tudo por causa de um buraco com aproximadamente 40 centímetros de diâmetro e meio metro de profundidade, aberto há mais de três meses, no meio da rua das Perobas. Em torno da cratera, o asfalto está cedendo e provocando rachaduras pela via. Temerosos, os moradores queixam-se da demora do serviço de recapeamento do buraco, que achavam ser de responsabilidade da Prefeitura. Mas, após ser contatada pela reportagem, a administração municipal fez vistoria no local e constatou que o problema é com a Sabesp.

“Embaixo do asfalto está tudo oco. Por isso, a rua está afundando e o asfalto está rachando”, afirma o administrador de empresa Edwards Neves Neto, 39 anos. Para amenizar o problema, os próprios moradores tiveram de encher o buraco com entulho e colocar um cavalete, indicação para que os motoristas diminuam a velocidade no local.

“É difícil para caminhões e carros passarem por aqui, já que a rua é estreita. Além disso, as crianças ficam brincando nas calçadas e, se um carro desviar de repente, é capaz de acontecer uma tragédia”, alerta o aposentado José Bispo, 55 anos. A casa de Bispo fica em frente ao buraco, o que significa mais preocupação. “As rachaduras estão muito perto da minha calçada. Tenho medo que danifiquem a estrutura da minha casa”, diz.

Sabesp – Segundo a Sabesp, uma vistoria feita quarta-feira na rua das Perobas, altura do número 59 – onde está o buraco – constatou o “solapamento do asfalto”. Porém, a companhia alega que não há vazamento de água aparente e a rede coletora de esgotos está “com seu fluxo normal”. Em nota, a Sabesp diz ainda que nesta quinta-feira será realizada “filmagem da rede coletora de esgotos”, para verificar se a tubulação está danificada ou se o problema é proveniente da galeria de águas pluviais próxima ao ponto. A promessa é que, se o problema for mesmo de responsabilidade da Sabesp, o reparo será executado ainda nesta quinta-feira. (Supervisão de Adriana Gomes)


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Buraco no Jardim Ipê põe em risco motoristas, crianças e imóveis

Angela Martins
Especial para o Diário

20/04/2006 | 08:03


Os moradores do Jardim Ipê, em São Bernardo, não conseguem viver sossegados. Tudo por causa de um buraco com aproximadamente 40 centímetros de diâmetro e meio metro de profundidade, aberto há mais de três meses, no meio da rua das Perobas. Em torno da cratera, o asfalto está cedendo e provocando rachaduras pela via. Temerosos, os moradores queixam-se da demora do serviço de recapeamento do buraco, que achavam ser de responsabilidade da Prefeitura. Mas, após ser contatada pela reportagem, a administração municipal fez vistoria no local e constatou que o problema é com a Sabesp.

“Embaixo do asfalto está tudo oco. Por isso, a rua está afundando e o asfalto está rachando”, afirma o administrador de empresa Edwards Neves Neto, 39 anos. Para amenizar o problema, os próprios moradores tiveram de encher o buraco com entulho e colocar um cavalete, indicação para que os motoristas diminuam a velocidade no local.

“É difícil para caminhões e carros passarem por aqui, já que a rua é estreita. Além disso, as crianças ficam brincando nas calçadas e, se um carro desviar de repente, é capaz de acontecer uma tragédia”, alerta o aposentado José Bispo, 55 anos. A casa de Bispo fica em frente ao buraco, o que significa mais preocupação. “As rachaduras estão muito perto da minha calçada. Tenho medo que danifiquem a estrutura da minha casa”, diz.

Sabesp – Segundo a Sabesp, uma vistoria feita quarta-feira na rua das Perobas, altura do número 59 – onde está o buraco – constatou o “solapamento do asfalto”. Porém, a companhia alega que não há vazamento de água aparente e a rede coletora de esgotos está “com seu fluxo normal”. Em nota, a Sabesp diz ainda que nesta quinta-feira será realizada “filmagem da rede coletora de esgotos”, para verificar se a tubulação está danificada ou se o problema é proveniente da galeria de águas pluviais próxima ao ponto. A promessa é que, se o problema for mesmo de responsabilidade da Sabesp, o reparo será executado ainda nesta quinta-feira. (Supervisão de Adriana Gomes)

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;