Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 6 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Malásia: polícia impede manifestaçao por líder oposicionista


Do Diário do Grande ABC

15/04/2000 | 14:26


A polícia da Malásia prendeu sábado cerca de 50 pessoas enquanto as forças de segurança usavam gás lacrimogêneo e carros de jatos de água para dispersar manifestantes que apoiavam o líder oposicionista preso Anwar Ibrahim, na passagem do aniversário de sua condenaçao a seis anos de prisao.

A polícia bloqueou duas das principais ruas do centro da capital, perseguiu os manifestantes antigovernamentais e prendeu vários deles, enquanto a multidao era alvo dos jatos de água.

Manifestantes que desafiaram as advertências dos policiais foram atacados com cassetetes e alguns receberam socos e pontapés. No meio da confusao, o comércio fechou as portas.

O protesto de sábado, o primeiro do ano, também visava a demonstrar que Anwar continua popular entre muitos malásios, que o consideram um mártir da democracia e da reforma política.

Anwar, 53 anos, foi detido em setembro de 1998, dias depois de ser destituído do cargo do vice-premiê pelo primeiro-ministro Mahatir Mohamad, que o acusou de ser corrupto, adúltero e homossexual.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Malásia: polícia impede manifestaçao por líder oposicionista

Do Diário do Grande ABC

15/04/2000 | 14:26


A polícia da Malásia prendeu sábado cerca de 50 pessoas enquanto as forças de segurança usavam gás lacrimogêneo e carros de jatos de água para dispersar manifestantes que apoiavam o líder oposicionista preso Anwar Ibrahim, na passagem do aniversário de sua condenaçao a seis anos de prisao.

A polícia bloqueou duas das principais ruas do centro da capital, perseguiu os manifestantes antigovernamentais e prendeu vários deles, enquanto a multidao era alvo dos jatos de água.

Manifestantes que desafiaram as advertências dos policiais foram atacados com cassetetes e alguns receberam socos e pontapés. No meio da confusao, o comércio fechou as portas.

O protesto de sábado, o primeiro do ano, também visava a demonstrar que Anwar continua popular entre muitos malásios, que o consideram um mártir da democracia e da reforma política.

Anwar, 53 anos, foi detido em setembro de 1998, dias depois de ser destituído do cargo do vice-premiê pelo primeiro-ministro Mahatir Mohamad, que o acusou de ser corrupto, adúltero e homossexual.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;