Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 18 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Influência e a liderança


Cíntia Bortotto

06/04/2015 | 07:05


Li outro dia um artigo de Gianini Ferreira muito bem feito, em que ela resumia bem o que é dito no livro de John Maxwell sobre atitudes importantes para se gerar confiança e, consequentemente, reforçar a capacidade de influência:

· Modelar a consistência de caráter, fazer o que se fala, ter congruência.

· Comunicar-se de maneira honesta.

· Valorizar a transparência.

· Exemplificar com humildade.

· Demonstrar apoio pelos outros, sendo cooperativo.

· Cumprir promessas feitas e valorizar compromissos assumidos.

· Adotar atitude de servir.

· Encorajar participação recíproca entre as pessoas que você influência.

Provavelmente você já ouviu falar em liderança por influência. Alguns autores modernos tais como, de Allan Cohen, David Bradford, Jo Owen, Jim Wilson, John C. Maxwell, dizem que hoje é exigido pelo mercado o exercício da liderança pela influência e não mais pela autoridade ou poder.

Você pode ser gerente e ter “poder”, ou seja, o seu cargo o qualifica para gerir pessoas, mas você pode ou não exercer influência sobre seus liderados. Influência prevê relações de confiança, relações que prezam compromissos, não só com o trabalho a ser executado, mas entre as pessoas que fazem o trabalho. Quando não há confiança, a possibilidade de influenciar é praticamente nula, afinal, a tendência das pessoas é seguir aqueles em quem confiam.

Eu não tenho dúvidas de que em um mundo em constante mudança, a forma de liderar e gerir pessoas passou por uma verdadeira revolução. Novas tecnologias, novas formas de se relacionar e uma nova geração no poder – a famigerada Geração Y – transformaram sobremaneira o que entendemos por liderança. A era da informação pede novas maneiras de interação na nossa vida e também no ambiente de trabalho.

A influência pode ser exercida tanto por um líder como por pares ou até mesmo por subordinados. Ela prevê relações de proximidade, identificação, compromisso com pessoas e relacionamentos.

A liderança por influência prevê relações sustentáveis e benéficas tanto para o clima organizacional como para os resultados, afinal trabalhar com pessoas com as quais não se tem confiança faz com que os profissionais fiquem “armados”. Assim, todo o processo decisório e de execução fica mais lento e onera as empresas.O clima de confiança e credibilidade entre os profissionais faz com que o processo decisório e as ações tenham mais velocidade e criam vantagem competitiva para o negócio. A confiança tem dois aspectos importantes: o que eu faço para merecê-la e como os outros me percebem.

Se você influencia ou lidera por influência e ocupa mais espaço do que prevê sua função, isto é extremamente positivo para a sua carreira. Siga confiante e boa sorte! 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;