Fechar
Publicidade

Sábado, 14 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Missa dos Ramos abre Páscoa na região


Adriana Ferraz
Do Diário do Grande ABC

10/04/2006 | 08:00


A Igreja Católica comemorou, neste domingo, a abertura oficial da Semana Santa, com a celebração da missa dos Ramos. Católicos das sete cidades da região reuniram-se em suas comunidades para a tradicional procissão e benção das folhagens. A data é festiva para os católicos porque lembra a entrada triunfal de Jesus Cristo em Jerusalém, dias antes da morte na cruz.

De acordo com os relatos da bíblia, Cristo chegou montado em um jumento e passou entre uma grande multidão, que foi às ruas receber e saudar o filho de Deus e seus apóstolos. Isso aconteceu sete dias antes da ressurreição. Para muitas pessoas, essa é uma das grandes contradições do povo hebreu, já que a mesma multidão pediu na seqüência, a crucificação de Cristo ao rei Pilatos, líder dos romanos.

Segundo o padre José Antonio Mainardi, da Matriz de São Caetano, o domingo de Ramos prepara e desperta as pessoas para o grande momento da história da salvação. “Hoje (ontem), começamos a nos preparar para a Páscoa, que, sem dúvida, é o ponto máximo de todas as comemorações católicas. É a grande festa, a vitória de Jesus Cristo. As pessoas participam com alegria. Quando estava entrando na paróquia, fiquei até preocupado com o número de fiéis. Achei que não haveria lugar para todos, mas acabou dando tudo certo: a cerimônia foi solene”, conta.

Na Catedral do Carmo, no Centro de Santo André, a celebração das 9h contou com a participação do bispo da diocese, Dom Nelson Westrupp, que, ao lado dos padres Décio Rocco e Flávio de Alcântara, comandou a procissão que precedeu a missa. Segundo o bispo, a Semana Santa é o período mais importante do calendário cristão. “Nessa ocasião, somos chamados a renovar nossa atenção aos mais necessitados”, disse, em nota. De acordo com a secretária da catedral, Carmem Iope, a presença de Westrupp movimentou a paróquia. “A missa da manhã estava lotada de fiéis”.

O dia de ontem também foi marcado pela coleta nacional em prol da Campanha da Fraternidade. O dinheiro arrecado em todo o Brasil será destinado aos fundos nacional e diocesano de solidariedade, para projetos de formação dos deficientes físicos. Neste ano, a Igreja escolheu debater as dificuladades encontradas pelos portadores de deficiência na sociedade brasileira, que soma mais de 27 milhões de deficientes.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Missa dos Ramos abre Páscoa na região

Adriana Ferraz
Do Diário do Grande ABC

10/04/2006 | 08:00


A Igreja Católica comemorou, neste domingo, a abertura oficial da Semana Santa, com a celebração da missa dos Ramos. Católicos das sete cidades da região reuniram-se em suas comunidades para a tradicional procissão e benção das folhagens. A data é festiva para os católicos porque lembra a entrada triunfal de Jesus Cristo em Jerusalém, dias antes da morte na cruz.

De acordo com os relatos da bíblia, Cristo chegou montado em um jumento e passou entre uma grande multidão, que foi às ruas receber e saudar o filho de Deus e seus apóstolos. Isso aconteceu sete dias antes da ressurreição. Para muitas pessoas, essa é uma das grandes contradições do povo hebreu, já que a mesma multidão pediu na seqüência, a crucificação de Cristo ao rei Pilatos, líder dos romanos.

Segundo o padre José Antonio Mainardi, da Matriz de São Caetano, o domingo de Ramos prepara e desperta as pessoas para o grande momento da história da salvação. “Hoje (ontem), começamos a nos preparar para a Páscoa, que, sem dúvida, é o ponto máximo de todas as comemorações católicas. É a grande festa, a vitória de Jesus Cristo. As pessoas participam com alegria. Quando estava entrando na paróquia, fiquei até preocupado com o número de fiéis. Achei que não haveria lugar para todos, mas acabou dando tudo certo: a cerimônia foi solene”, conta.

Na Catedral do Carmo, no Centro de Santo André, a celebração das 9h contou com a participação do bispo da diocese, Dom Nelson Westrupp, que, ao lado dos padres Décio Rocco e Flávio de Alcântara, comandou a procissão que precedeu a missa. Segundo o bispo, a Semana Santa é o período mais importante do calendário cristão. “Nessa ocasião, somos chamados a renovar nossa atenção aos mais necessitados”, disse, em nota. De acordo com a secretária da catedral, Carmem Iope, a presença de Westrupp movimentou a paróquia. “A missa da manhã estava lotada de fiéis”.

O dia de ontem também foi marcado pela coleta nacional em prol da Campanha da Fraternidade. O dinheiro arrecado em todo o Brasil será destinado aos fundos nacional e diocesano de solidariedade, para projetos de formação dos deficientes físicos. Neste ano, a Igreja escolheu debater as dificuladades encontradas pelos portadores de deficiência na sociedade brasileira, que soma mais de 27 milhões de deficientes.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;