Fechar
Publicidade

Domingo, 8 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Cerca de 200 famílias do MST ocupam engenho em Pernambuco


Da Agência Brasil

15/04/2006 | 17:19


Cerca de 200 famílias de agricultores, ligadas ao MST (Movimento dos Trabalhadores Sem Terra), que estavam acampadas às margens da rodovia federal BR 408, próximo ao município de Paudalho, na Zona da Mata, ocuparam neste sábado o engenho São Bernardo, na mesma localidade.

De acordo com o coordenador regional do movimento, Josias de Barros, a área, que está arrendada a Usina Petribu, já foi vistoriada pelo Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) e considerada improdutiva.

Durante a ocupação os trabalhadores apreenderam um trator que estava sendo usado para arar a terra, numa área onde seria feito o plantio de cana-de-açúcar. O arrendatário do imóvel, Mário José da Silva, solicitou reforço policial ao batalhão de Nazaré da Mata. A intenção é negociar com os trabalhadores a liberação da máquina agrícola.

Eduardo Rocha, da coordenação do MST, disse que os camponeses irão resistir a qualquer tentativa de expulsão."Queremos a presença de um representante do Incra e do Ministério Público no local", disse. Até momento, 100 barracos de lona preta e madeira já foram montados no imóvel rural.

De março até agora o MST realizou 31 ocupações de terras em Pernambuco, com a participação de 4,5 mil famílias. As ações fazem parte da jornada de luta por terra.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Cerca de 200 famílias do MST ocupam engenho em Pernambuco

Da Agência Brasil

15/04/2006 | 17:19


Cerca de 200 famílias de agricultores, ligadas ao MST (Movimento dos Trabalhadores Sem Terra), que estavam acampadas às margens da rodovia federal BR 408, próximo ao município de Paudalho, na Zona da Mata, ocuparam neste sábado o engenho São Bernardo, na mesma localidade.

De acordo com o coordenador regional do movimento, Josias de Barros, a área, que está arrendada a Usina Petribu, já foi vistoriada pelo Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) e considerada improdutiva.

Durante a ocupação os trabalhadores apreenderam um trator que estava sendo usado para arar a terra, numa área onde seria feito o plantio de cana-de-açúcar. O arrendatário do imóvel, Mário José da Silva, solicitou reforço policial ao batalhão de Nazaré da Mata. A intenção é negociar com os trabalhadores a liberação da máquina agrícola.

Eduardo Rocha, da coordenação do MST, disse que os camponeses irão resistir a qualquer tentativa de expulsão."Queremos a presença de um representante do Incra e do Ministério Público no local", disse. Até momento, 100 barracos de lona preta e madeira já foram montados no imóvel rural.

De março até agora o MST realizou 31 ocupações de terras em Pernambuco, com a participação de 4,5 mil famílias. As ações fazem parte da jornada de luta por terra.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;