Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 13 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Santos perde Maldonado por três semanas


Kati Dias
Enviada a Santos

14/04/2006 | 08:41


O Santos levou um duro golpe às vésperas da estréia no Campeonato Brasileiro diante do Goiás, domingo, no estádio Serra Dourada. A equipe não contará com o volante Maldonado, que ficará três semanas afastado dos treinamentos por causa de uma fratura no pé direito. A lesão sofrida pelo chileno durante a última partida do Estadual contra a Portuguesa, no domingo passado, se mostrou muito mais grave do que os médicos esperavam. “Formou-se um inchaço após a pancada. Como o Maldonado quis continuar no jogo, imaginamos que não tinha sido assim tão grave”, explicou o médico Carlos Braga. O profissional disse, em seguida, que a permanência do volante em campo não contribuiu para a gravidade da lesão. “O pé direito foi fraturado no momento do choque. O tempo em que permaneceu na partida não foi determinante para a piora do quadro”, completou Braga.

Após o exame clínico, o departamento médico do clube optou por realizar uma ressonância magnética. Foi comprovado que ligamentos e articulações não foram afetados. Mas, como sentia muita dor ao toque, o volante foi encaminhado para uma tomografia computadorizada. Então, foi detectada a fratura no pé direito. “Devido à gravidade da lesão, Maldonado retornará aos treinamentos com bola daqui há três semanas. Enquanto isso, fará reabilitação física e muscular”, explicou Braga.

Embora o técnico Vanderlei Luxemburgo tenha testado algumas modificações no time no jogo contra o Brasiliense, pela Copa do Brasil – como a entrada de Heleno e o avanço de Wendel –, com a ausência de Maldonado, o Santos perde o equilíbrio defensivo. Desde que chegou à Vila Belmiro, o volante comanda com eficiência a marcação no meio-campo. Este é considerado um dos pontos mais fortes da equipe.

O volante Wendel não escondeu a preocupação com a lesão do companheiro. “Esse desfalque é muito ruim. Especialmente na estréia do Campeonato Brasileiro. Temos a responsabilidade de começar bem o campeonato e o Maldonado dá tranqüilidade ao setor defensivo. O que temos de fazer é dar seqüência ao trabalho e esperar a recuperação dele”, completou o jogador.

Entre os titulares, somente o goleiro Fábio Costa treinou com bola, ontem, no CT Rei Pelé, junto com os reservas. Os demais jogadores fizeram um trabalho leve de recuperação muscular na piscina.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Santos perde Maldonado por três semanas

Kati Dias
Enviada a Santos

14/04/2006 | 08:41


O Santos levou um duro golpe às vésperas da estréia no Campeonato Brasileiro diante do Goiás, domingo, no estádio Serra Dourada. A equipe não contará com o volante Maldonado, que ficará três semanas afastado dos treinamentos por causa de uma fratura no pé direito. A lesão sofrida pelo chileno durante a última partida do Estadual contra a Portuguesa, no domingo passado, se mostrou muito mais grave do que os médicos esperavam. “Formou-se um inchaço após a pancada. Como o Maldonado quis continuar no jogo, imaginamos que não tinha sido assim tão grave”, explicou o médico Carlos Braga. O profissional disse, em seguida, que a permanência do volante em campo não contribuiu para a gravidade da lesão. “O pé direito foi fraturado no momento do choque. O tempo em que permaneceu na partida não foi determinante para a piora do quadro”, completou Braga.

Após o exame clínico, o departamento médico do clube optou por realizar uma ressonância magnética. Foi comprovado que ligamentos e articulações não foram afetados. Mas, como sentia muita dor ao toque, o volante foi encaminhado para uma tomografia computadorizada. Então, foi detectada a fratura no pé direito. “Devido à gravidade da lesão, Maldonado retornará aos treinamentos com bola daqui há três semanas. Enquanto isso, fará reabilitação física e muscular”, explicou Braga.

Embora o técnico Vanderlei Luxemburgo tenha testado algumas modificações no time no jogo contra o Brasiliense, pela Copa do Brasil – como a entrada de Heleno e o avanço de Wendel –, com a ausência de Maldonado, o Santos perde o equilíbrio defensivo. Desde que chegou à Vila Belmiro, o volante comanda com eficiência a marcação no meio-campo. Este é considerado um dos pontos mais fortes da equipe.

O volante Wendel não escondeu a preocupação com a lesão do companheiro. “Esse desfalque é muito ruim. Especialmente na estréia do Campeonato Brasileiro. Temos a responsabilidade de começar bem o campeonato e o Maldonado dá tranqüilidade ao setor defensivo. O que temos de fazer é dar seqüência ao trabalho e esperar a recuperação dele”, completou o jogador.

Entre os titulares, somente o goleiro Fábio Costa treinou com bola, ontem, no CT Rei Pelé, junto com os reservas. Os demais jogadores fizeram um trabalho leve de recuperação muscular na piscina.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;