Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 10 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Aulas de blues

Sesc Sto.André reúne feras do gênero em apresentações gratuitas comandadas por Chico Blues


Roseane Castilho
Especial para o Diário

04/03/2009 | 07:00


"O blues é um vírus. Ele entra na sua veia e não sai mais". Dessa forma o produtor e pesquisador Chico Blues define o gênero musical, e com esse entusiasmo ele comanda o projeto Blues Notes - As Várias Faces do Blues, que começa amanhã na lanchonete do Sesc Santo André, às 20h.

Ao longo deste mês, o público irá receber, todas às quintas-feiras, uma ‘aula' de blues com o produtor e, em seguida, a apresentação de uma banda ilustrará o tema do dia. "Música é cultura. Além da boa música, acho importante ter o ponto informativo", diz Chico.

Para inaugurar a mostra, Chico optou por abordar o tradicional blues acústico. E quem sobe ao palco para mostrar como a teoria funciona na prática é o Theo Werneck Trio, que apresentará um repertório voltado para as raízes do estilo.

Em suas apresentações, Chico fará um panorama histórico, além de mostrar as influências do gênero na música. O produtor exibirá também um vídeo com performances de grandes nomes do estilo, como B.B. King e John Lee Hooker.

A programação da mostra conta ainda com shows do gaitista Thiago Serveira, acompanhado de seu trio, Ivan Márcio Blues Band, que irá ilustrar o estilo west coast blues, e André Christovan Trio, para mostrar a maneira britânica do gênero.

Para encerrar a programação, o guitarrista Nuno Mindelis e o gaitista Flávio Guimarães se encontram no teatro do Sesc, no dia 28, às 20h. Os músicos estão entre os principais representantes da vertente no Brasil.

PÚBLICO - Segundo Chico, a atual desafio dos músicos em geral é alcançar o público. "O acesso fácil e rápido à música por meio da internet gerou um afastamento. Algumas pessoas não saem de casa para ir ver um show porque podem ter isso pela internet", acredita. Para ele, a solução é trabalhar duro e fazer uma grande divulgação. "Isso não pode parar."

Chico acredita que a internet também tem seu lado positivo. "Hoje em dia muita gente já sabe o que é o blues. Há 20 anos, eram pouquíssimas as informações", afirma o produtor, sobre o som criado pelos negros do Sul dos Estados Unidos.

PAIXÃO - Chico Blues tem o "vírus" do blues no sangue há cerca de 20 anos. Antes disso, se dedicava ao rock.

"Um dia eu enjoei de ouvir rock e fui atrás de outros estilos", conta. "Foi aí que conheci o jazz e, depois, o blues."

O apelido Chico Blues teve origem nas cartas que mandava aos norte-americanos pedindo discos importados. No envelope estava sempre escrito Chico/Blues.

Hoje, Chico é produtor musical e pesquisador do gênero. Além disso, é dono de um selo que leva o nome de Chico Blues Records.

Blues Notes - As Várias Faces do Blues - Série de shows. No Sesc Santo André (Lanchonete) - Rua Tamarutaca, 302. Tel.: 4469-1200. Às quintas-feiras, até dia 26. Às 20h. Entrada franca.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Aulas de blues

Sesc Sto.André reúne feras do gênero em apresentações gratuitas comandadas por Chico Blues

Roseane Castilho
Especial para o Diário

04/03/2009 | 07:00


"O blues é um vírus. Ele entra na sua veia e não sai mais". Dessa forma o produtor e pesquisador Chico Blues define o gênero musical, e com esse entusiasmo ele comanda o projeto Blues Notes - As Várias Faces do Blues, que começa amanhã na lanchonete do Sesc Santo André, às 20h.

Ao longo deste mês, o público irá receber, todas às quintas-feiras, uma ‘aula' de blues com o produtor e, em seguida, a apresentação de uma banda ilustrará o tema do dia. "Música é cultura. Além da boa música, acho importante ter o ponto informativo", diz Chico.

Para inaugurar a mostra, Chico optou por abordar o tradicional blues acústico. E quem sobe ao palco para mostrar como a teoria funciona na prática é o Theo Werneck Trio, que apresentará um repertório voltado para as raízes do estilo.

Em suas apresentações, Chico fará um panorama histórico, além de mostrar as influências do gênero na música. O produtor exibirá também um vídeo com performances de grandes nomes do estilo, como B.B. King e John Lee Hooker.

A programação da mostra conta ainda com shows do gaitista Thiago Serveira, acompanhado de seu trio, Ivan Márcio Blues Band, que irá ilustrar o estilo west coast blues, e André Christovan Trio, para mostrar a maneira britânica do gênero.

Para encerrar a programação, o guitarrista Nuno Mindelis e o gaitista Flávio Guimarães se encontram no teatro do Sesc, no dia 28, às 20h. Os músicos estão entre os principais representantes da vertente no Brasil.

PÚBLICO - Segundo Chico, a atual desafio dos músicos em geral é alcançar o público. "O acesso fácil e rápido à música por meio da internet gerou um afastamento. Algumas pessoas não saem de casa para ir ver um show porque podem ter isso pela internet", acredita. Para ele, a solução é trabalhar duro e fazer uma grande divulgação. "Isso não pode parar."

Chico acredita que a internet também tem seu lado positivo. "Hoje em dia muita gente já sabe o que é o blues. Há 20 anos, eram pouquíssimas as informações", afirma o produtor, sobre o som criado pelos negros do Sul dos Estados Unidos.

PAIXÃO - Chico Blues tem o "vírus" do blues no sangue há cerca de 20 anos. Antes disso, se dedicava ao rock.

"Um dia eu enjoei de ouvir rock e fui atrás de outros estilos", conta. "Foi aí que conheci o jazz e, depois, o blues."

O apelido Chico Blues teve origem nas cartas que mandava aos norte-americanos pedindo discos importados. No envelope estava sempre escrito Chico/Blues.

Hoje, Chico é produtor musical e pesquisador do gênero. Além disso, é dono de um selo que leva o nome de Chico Blues Records.

Blues Notes - As Várias Faces do Blues - Série de shows. No Sesc Santo André (Lanchonete) - Rua Tamarutaca, 302. Tel.: 4469-1200. Às quintas-feiras, até dia 26. Às 20h. Entrada franca.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;