Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 9 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

STF concede habeas-corpus a Pimenta Neves


Do Diário OnLine

24/03/2001 | 00:35


O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Celso de Mello concedeu liminar em pedido de habeas-corpus, na noite desta sexta-feira, revogando a prisão preventiva do jornalista Antonio Marcos Pimenta Neves, réu confesso da também jornalista Sandra Gomide.

Para que Pimenta Neves seja libertado é necessário que os seus advogados apresentem o alvará de soltura ao delegado de plantão do distrito policial onde está detido, em Ibiúna, interior de São Paulo. Até as 00h30 deste sábado, a defesa do jornalista ainda não havia aparecido.

Segundo Mello, não existe situação configurada de necessidade da prisão de Pimenta Neves uma vez que, se solto, ele não ameaçará o andamento das investigações sobre o assassinato de Sandra e não será capaz de influir nos depoimentos das testemunhas.

A liminar ficará em vigor até o julgamento final, ainda sem data definida, do pedido de habeas-corpus pelos cinco ministros da Segunda Turma do STF.

Ex-diretor de Redação do jornal O Estado de S. Paulo, Pimenta Neves assassinou sua ex-namorada Sandra Gomide no dia 20 de agosto do ano passado, em um haras no município de Ibiúna. Ele afirmou à polícia que foi motivado por ciúmes e supostas traições amorosas e profissionais.

Pimenta Neves está detido há sete meses.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

STF concede habeas-corpus a Pimenta Neves

Do Diário OnLine

24/03/2001 | 00:35


O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Celso de Mello concedeu liminar em pedido de habeas-corpus, na noite desta sexta-feira, revogando a prisão preventiva do jornalista Antonio Marcos Pimenta Neves, réu confesso da também jornalista Sandra Gomide.

Para que Pimenta Neves seja libertado é necessário que os seus advogados apresentem o alvará de soltura ao delegado de plantão do distrito policial onde está detido, em Ibiúna, interior de São Paulo. Até as 00h30 deste sábado, a defesa do jornalista ainda não havia aparecido.

Segundo Mello, não existe situação configurada de necessidade da prisão de Pimenta Neves uma vez que, se solto, ele não ameaçará o andamento das investigações sobre o assassinato de Sandra e não será capaz de influir nos depoimentos das testemunhas.

A liminar ficará em vigor até o julgamento final, ainda sem data definida, do pedido de habeas-corpus pelos cinco ministros da Segunda Turma do STF.

Ex-diretor de Redação do jornal O Estado de S. Paulo, Pimenta Neves assassinou sua ex-namorada Sandra Gomide no dia 20 de agosto do ano passado, em um haras no município de Ibiúna. Ele afirmou à polícia que foi motivado por ciúmes e supostas traições amorosas e profissionais.

Pimenta Neves está detido há sete meses.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;