Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 20 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

EUA: Trump volta a dizer que democratas tentam fraudar eleição

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


26/09/2020 | 21:37


O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou na noite deste sábado que a oposição democrata estaria trabalhando para fraudar a eleição de 3 de novembro. Ele disse que há relatos de cédulas de democratas que aparecem em dobro, de sumiço de votos republicanos e outros problemas no processo. Com a pandemia, muitos americanos votarão pelos correios, o que Trump vê com ressalvas, sob o argumento de que dá mais margem a fraudes.

As declarações foram realizadas durante comício em um aeroporto em Middletown, Pensilvânia. Trump também defendeu a indicação feita mais cedo de Amy Coney Barrett para a Suprema Corte. Segundo o presidente, a oposição deseja "acabar com a segunda emenda", que permite a legítima defesa e o uso de armas, e também, segundo ele, gostaria de permitir o aborto na etapa final da gravidez e abolir a pena de morte em todos os casos.

Em sua fala, Trump prometeu uma retomada econômica forte e também defendeu sua estratégia para enfrentar a pandemia, que, segundo o mandatário, teria salvado milhões de vidas. Ele ainda voltou a mostrar otimismo com a perspectiva de uma vacina para a covid-19 em breve, dizendo que ela deverá vir "em tempo recorde", mas sem citar datas específicas.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

EUA: Trump volta a dizer que democratas tentam fraudar eleição


26/09/2020 | 21:37


O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou na noite deste sábado que a oposição democrata estaria trabalhando para fraudar a eleição de 3 de novembro. Ele disse que há relatos de cédulas de democratas que aparecem em dobro, de sumiço de votos republicanos e outros problemas no processo. Com a pandemia, muitos americanos votarão pelos correios, o que Trump vê com ressalvas, sob o argumento de que dá mais margem a fraudes.

As declarações foram realizadas durante comício em um aeroporto em Middletown, Pensilvânia. Trump também defendeu a indicação feita mais cedo de Amy Coney Barrett para a Suprema Corte. Segundo o presidente, a oposição deseja "acabar com a segunda emenda", que permite a legítima defesa e o uso de armas, e também, segundo ele, gostaria de permitir o aborto na etapa final da gravidez e abolir a pena de morte em todos os casos.

Em sua fala, Trump prometeu uma retomada econômica forte e também defendeu sua estratégia para enfrentar a pandemia, que, segundo o mandatário, teria salvado milhões de vidas. Ele ainda voltou a mostrar otimismo com a perspectiva de uma vacina para a covid-19 em breve, dizendo que ela deverá vir "em tempo recorde", mas sem citar datas específicas.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;