Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 20 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

EUA: Biden tem vantagem maior sobre Trump nas pesquisas do que Hillary em 2016



26/09/2020 | 15:09


O presidente dos Estados Unidos Donald Trump, atrai mais apoio do que em 2016 entre eleitores hispânicos e a classe trabalhadora branca. Já Joe Biden se saiu melhor do que a candidata anterior do Partido Democrata, Hillary Clinton, entre os mais velhos e os brancos com formação universitária.

Pesquisas do Wall Street Journal e da NBC News neste mês e em setembro de 2016 mostram Biden com vantagem maior hoje do que Hillary quatro anos atrás. O ex-vice-presidente tem 8 pontos de vantagem sobre Trump neste mês, enquanto Hillary tinha 5. Além disso, Biden aparece com mais força do que a ex-secretária de Estado em muitos dos Estados cruciais na disputa.

Mas uma comparação das pesquisas nas duas eleições mostram que Trump tem espaço para conseguir vencer no Colégio Eleitoral sem ficar à frente no voto popular, como ocorreu em 2016. Eleitores brancos da classe trabalhadora, sem formação universitária, são parcelas grandes do eleitorado em Estados cruciais como Wisconsin, Michigan e Pensilvânia. Com isso, a força do presidente entre esse grupo pode ajudá-lo. A melhora da avaliação dele entre eleitores hispânicos poderia ajudar na Flórida, entre outros locais.

Ao mesmo tempo, a posição de Trump com outros grupos de eleitores se enfraqueceu. O quadro geral tanto em nível nacional como nos Estados mostra sua posição mais frágil do que quatro anos atrás.

Até a sexta-feira, 25, o ex-vice tinha 6,5 pontos porcentuais de vantagem sobre Trump no agregado das pesquisas, enquanto Hillary tinha 3 pontos de vantagem na mesma época quatro anos atrás. Combinando-se as pesquisas em seis Estados-pêndulo, cruciais na disputa - Pensilvânia, Michigan, Wisconsin, Flórida, Carolina do Norte e Arizona -, Biden tem vantagem de 3,6 pontos porcentuais, enquanto Hillary possuía 1,5 ponto, segundo o Real Clear Politics. Fonte: Dow Jones Newswires.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

EUA: Biden tem vantagem maior sobre Trump nas pesquisas do que Hillary em 2016


26/09/2020 | 15:09


O presidente dos Estados Unidos Donald Trump, atrai mais apoio do que em 2016 entre eleitores hispânicos e a classe trabalhadora branca. Já Joe Biden se saiu melhor do que a candidata anterior do Partido Democrata, Hillary Clinton, entre os mais velhos e os brancos com formação universitária.

Pesquisas do Wall Street Journal e da NBC News neste mês e em setembro de 2016 mostram Biden com vantagem maior hoje do que Hillary quatro anos atrás. O ex-vice-presidente tem 8 pontos de vantagem sobre Trump neste mês, enquanto Hillary tinha 5. Além disso, Biden aparece com mais força do que a ex-secretária de Estado em muitos dos Estados cruciais na disputa.

Mas uma comparação das pesquisas nas duas eleições mostram que Trump tem espaço para conseguir vencer no Colégio Eleitoral sem ficar à frente no voto popular, como ocorreu em 2016. Eleitores brancos da classe trabalhadora, sem formação universitária, são parcelas grandes do eleitorado em Estados cruciais como Wisconsin, Michigan e Pensilvânia. Com isso, a força do presidente entre esse grupo pode ajudá-lo. A melhora da avaliação dele entre eleitores hispânicos poderia ajudar na Flórida, entre outros locais.

Ao mesmo tempo, a posição de Trump com outros grupos de eleitores se enfraqueceu. O quadro geral tanto em nível nacional como nos Estados mostra sua posição mais frágil do que quatro anos atrás.

Até a sexta-feira, 25, o ex-vice tinha 6,5 pontos porcentuais de vantagem sobre Trump no agregado das pesquisas, enquanto Hillary tinha 3 pontos de vantagem na mesma época quatro anos atrás. Combinando-se as pesquisas em seis Estados-pêndulo, cruciais na disputa - Pensilvânia, Michigan, Wisconsin, Flórida, Carolina do Norte e Arizona -, Biden tem vantagem de 3,6 pontos porcentuais, enquanto Hillary possuía 1,5 ponto, segundo o Real Clear Politics. Fonte: Dow Jones Newswires.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;